AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 20 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
CLINICA_RITH
30 de Abril de 2011 17h47

Com 2 a 0 contra o São Paulo, o Santos é o primeiro finalista do Paulistão

Folha.com

Com um gol e uma assistência de Paulo Henrique Ganso, o Santos derrotou o São Paulo neste sábado, por 2 a 0, no estádio do Morumbi, pela semifinal do Campeonato Paulista, e garantiu uma vaga na decisão do Estadual pelo terceiro ano consecutivo.

Agora, o time da Baixada Santista aguarda o vencedor do duelo entre Palmeiras e Corinthians, que se enfrentam neste domingo, no estádio do Pacaembu.

Os dois técnicos não pouparam os seus titulares. Paulo César Carpegiani só não pôde contar com o meia-atacante Lucas e o zagueiro Rhodolfo, contundidos. O São Paulo esteve melhor no primeiro tempo, criou boas chances para marcar, mas pecou nas finalizações.

Depois do intervalo, Muricy Ramalho fez uma alteração que mudou o jogo: sacou o atacante Zé Love e colocou o zagueiro Bruno Aguiar. Com mais opções no campo ofensivo, o Santos melhorou e Ganso brilhou.

O meia deu a assistência para Elano abrir o placar de cabeça. Depois, Ganso aproveitou um passe de Neymar para chutar de primeira e fechar o placar.

Agora, o São Paulo volta suas atenções para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, o time tricolor encara o Avaí, no Morumbi, pela partida de ida das quartas de final. Já o Santos joga na terça-feira contra o América, do México, fora de casa, pelo segundo jogo das oitavas de final da Taça Libertadores.

O JOGO

A partida começou num ritmo frenético. As duas equipes fizeram jus ao estilo rápido de jogo. Neymar precisou de dois minutos para aproveitar uma falha do zagueiro Alex Silva, invadir a área e chutar na trave direita de Rogério.

O São Paulo respondeu com Marlos, que contra-atacou quatro minutos depois, mas seu chute saiu travado por um zagueiro adversário. O time tricolor buscou um estilo de jogo com toque de bola rápido para envolver a defesa santista.

A equipe visitante, apostou nos contra-ataques. E encontrou espaços para isso. Aos 18min, Léo apareceu livre pela esquerda, mas Rogério salvou o São Paulo com mais uma defesa. O time de Carpegiani, contudo, tinha mais posse de bola e variava as jogadas pelos lados.

Desgastado, o Santos afrouxou na marcação e cedeu espaços para o adversário. Em três minutos, a equipe da casa criou quatro chances para marcar. Dagoberto tentou duas vezes, mas parou em Rafael. Ilsinho aproveitou um rebote após chute do atacante, mas também não passou pelo goleiro santista.

Depois, após um ótimo passe de Marlos, Jean saiu livre na cara do gol, mas chutou por cima. O Santos sentiu o cansaço no primeiro tempo. Ganso pouco fez. Neymar teve apenas uma chance. O São Paulo só não marcou porque falhou nas finalizações.

No intervalo, Muricy sacou Zé Love e colocou Bruno Aguiar. Assim, o treinador deu mais liberdade para os laterais e para Elano e Ganso, apagados na primeira etapa. A mudança deu resultado. Com Jonathan e Léo no campo ofensivo, o Santos ganhou mais opções para atacar e equilibrou as ações.

Assim, não demorou muito para as estrelas da equipe brilharem. Aos 18min, Ganso recebeu passe de Neymar e cruzou na cabeça de Elano, que, sem marcação, tocou para o fundo das redes. Carpegiani tentou mudar o panorama da partida ao colocar Fernandão no lugar de Marlos. Mas não surtiu o efeito.

Aos 28min, o Santos matou o jogo em um contra-ataque rápido. Neymar arrancou pela direita e tocou rasteiro para o meio para a chegada de Ganso, que bateu de primeira para o gol. Festa da pequena torcida santista no Morumbi.

Aos 42min, Neymar teve a chance de deixar sua marca ao ficar cara a cara com Rogério, mas chutou por cima do gol. O São Paulo tentou uma reação, Fernandão quase fez de cabeça, mas já não havia tempo para nada. O Santos está mais uma vez na final do Campeonato Paulista.

Comentários
Veja Também
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Últimas Notícias
  
bonito_celular
CLÍNICA_RITH_300
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.