Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala

24 Ago 2011 - 10h17Por Associated Press

Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.

A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.

Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre 22 a baixa velocidade.

A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.

O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS tem saldo acumulado de 10.570 empregos com carteira assinada gerados no ano
POLÍCIA
Polícia Civil participa de operação nacional para cumprir mandados de prisão contra foragidos
POLÍTICA
Lama Asfáltica: 3ª Vara nega novo pedido para que ação vá para a Justiça Eleitoral
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira o maior prêmio deste ano
CIDADES
Com rios entupidos por vegetação ribeirinhos do Pantanal de MS são levados para médico de helicópter
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereadores solicitam que antiga iluminação do CMU seja aproveitada em bairros de Bonito (MS)
EMPREGOS E CONCURSOS
Governo de MS divulga inscrições para pós-graduação em saúde pública
GERAL
Polícia Civil deflagra arrastão para capturar foragidos em MS
ESTELIONATO
Major morto em Bonito tem documentos falsificados e golpe pode chegar até R$ 50 mil por trio