Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 10 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca

CBF confirma aumento da premiação da Copa América 2011

1 Jul 2011 - 17h00Por Folha.com

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta quinta-feira um aumento no valor da premiação da Copa América de 2011 em relação ao torneio disputado em 2007, na Venezuela. O jornal Folha de S. Paulo divulgou o valor de R$ 180 mil para cada jogador, mas a o diretor de comunicações da entidade, Rodrigo Paiva, disse que não anunciará a quantia.

A premiação está fixada em dólares (seria de US$ 100 mil) e, segundo Paiva, o aumento é justificado pela valorização do real frente à moeda americana. Na disputa da última Copa América, cada jogador ganhou R$ 120 mil pelo primeiro título da era Dunga.

Rodrigo Paiva ainda disse que o assunto foi acertado ainda no Brasil entre Mano Menezes e os jogadores. O treinador, assim como a comissão técnica, também receberão premiação em caso de conquista na Argentina.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - AUDIÊNCIA NA CÂMARA
Em audiência, Promotor alerta que se não resolver o 'Brejão' do Rio da Prata ele se acaba em 10 anos
FATALIDADE EM CIDADE DO MS
Homem perde perna e braço após ser atropelado por trem em cidade do MS
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
Populares seguram jovem querendo matar a ex-mulher com faca até PM chegar em bairro de Bonito (MS)
VIDA NOVA CHEGANDO
Após esperar por uma hora, mulher dá à luz no chão da recepção do Hospital municipal
BONITO - MS - NA LISTA DO IBAMA
Bonito na lista, Ibama aplicou R$ 672 mil em multas a produtores por uso irregular de agrotóxicos
MUNDO DOS FAMOSOS
Ex de Zezé Di camargo, Zilu Camargo posa de biquíni, exibe corpo escultural e “espanta”
CASAMENTO COM EMOÇÃO
Casamento de Nicole Bahls tem polícia na igreja, convidados na delegacia e ladrão famoso descoberto
BONITO - MS - MEIO AMBIENTE
Audiência para debater poluição de rios lota Câmara de Bonito (MS)
DOURADOS - TRAGÉDIA NO TRÂNSITO
Criança de 12 anos morre no Hospital da Vida depois de ser atropelada em Dourados
GESTÃO BOLSONARO
Em ministério, Mandetta vai priorizar atenção básica de saúde