Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
sexta, 15 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Capital fará concurso para nutricionistas; existe uma efetiva para 100 mil alunos

30 Set 2011 - 10h03Por Campo Grande News

Depois do episódio de intoxicação na escola municipal Iracema Maria Vicente, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, a Secretaria Municipal de Educação anunciou nesta quinta-feira que vai abrir concurso para contratar em média 15 nutricionistas.

O número de profissionais para as escolas é bem abaixo do exigido por lei, inclusive legislação municipal, que prevê uma nutricionista para até cinco mil alunos. Apenas uma nutricionista é ligada a prefeitura e atende 77 mil crianças, outras quatro são terceirizadas e são responsáveis por 23 mil estudantes.

A secretária Maria Cecília Amêndola da Mota disse que o concurso, ainda sem previsão para acontecer, depende da elaboração do plano de cargos e remunerações da Secretaria Municipal de Educação.

“Estamos montando uma gestão de apoio educacional que haverá um núcleo para a nutrição escolar”, explica.

Ainda de acordo com a secretária, o plano ainda nem começou a ser discutido, mas a previsão é de que comece este ano e o concurso seja aberto em 2012.

“Ainda será encaminhada a orientação para elaborar o plano, e em cima dessa reformulação abrimos o concurso. Será seguindo a legislação, em torno de 15”, acredita.

Mesmo com a lei municipal, de autoria do vereador Cristóvão Silveira (PSDB), que prevê um profissional de nutrição para cada grupo de 5 mil alunos, em vigor desde dezembro do ano passado, o número de profissionais não corresponde ao determinado.

Segundo o vereador, quando a lei foi promulgada o orçamento de 2011 já estava previsto.

“A lei não é aplicada em função do orçamento, porque demanda verba da prefeitura, mas acredito que pelas próprias circunstâncias, o orçamento vai implementar essa lei para o ano que vem”, ressalta.

Para o parlamentar, a lei já começa a ser executada a partir do anúncio da contratação de mais nutricionistas.

Caso - Estudantes tiveram dor de cabeça, diarréia e vômito, por volta das 14h30 desta terça-feira, na escola municipal Iracema Maria Vicente. No total 180 crianças foram vítimas de intoxicação e as causas ainda estão sendo analisadas. Uma das hipóteses apresentadas já foi descartada, de que a água tomada pelos alunos seria imprópria para o consumo ou teria alguma bactéria.

A Prefeitura abriu sindicância interna, acionou a Polícia Civil para investigar o caso, suspendeu as aulas na escola e determinou a retirada do cardápio dos alimentos suspeitos.

Mais de 10 equipes dos bombeiros e do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) foram envolvidas. Na escola, o clima foi de pânico com pais e parentes das crianças chegando a todo o momento em busca de informações. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem é preso em MS por estuprar crianças, filmar e divulgar vídeos
EMPREENDEDORISMO
Seleção oferecerá consultoria gratuita para 200 mulheres em MS
MEIO AMBIENTE
Em 15 dias, polícia ambiental capturou 8 cobras em residências de MS
POLÍCIA
Militares rodoviários são presos pelo Bope com dinheiro de propina em MS
GERAL
Campanha de fiscalização vai vistoriar quase dois mil veículos do sistema intermunicipal
BONITO - MS - VANDALISMO NO BALNEÁRIO
Balneário Municipal é alvo de vandalismo e prefeitura registra ocorrência em Bonito (MS)
CIDADES
Uems abre processo seletivo para professores temporários em duas cidades
MEIO AMBIENTE
Em 14h, chuva soma 90 milímetros e nível do Rio Aquidauana sobe
BONITO - MS
Bonito Cross: Fim do horário de verão neste sábado põe atletas em alerta
SAÚDE
Febre amarela: OMS recomenda vacina a visitantes de MS e mais 20 Estados