Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 17 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Capital fará concurso para nutricionistas; existe uma efetiva para 100 mil alunos

30 Set 2011 - 10h03Por Campo Grande News

Depois do episódio de intoxicação na escola municipal Iracema Maria Vicente, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, a Secretaria Municipal de Educação anunciou nesta quinta-feira que vai abrir concurso para contratar em média 15 nutricionistas.

O número de profissionais para as escolas é bem abaixo do exigido por lei, inclusive legislação municipal, que prevê uma nutricionista para até cinco mil alunos. Apenas uma nutricionista é ligada a prefeitura e atende 77 mil crianças, outras quatro são terceirizadas e são responsáveis por 23 mil estudantes.

A secretária Maria Cecília Amêndola da Mota disse que o concurso, ainda sem previsão para acontecer, depende da elaboração do plano de cargos e remunerações da Secretaria Municipal de Educação.

“Estamos montando uma gestão de apoio educacional que haverá um núcleo para a nutrição escolar”, explica.

Ainda de acordo com a secretária, o plano ainda nem começou a ser discutido, mas a previsão é de que comece este ano e o concurso seja aberto em 2012.

“Ainda será encaminhada a orientação para elaborar o plano, e em cima dessa reformulação abrimos o concurso. Será seguindo a legislação, em torno de 15”, acredita.

Mesmo com a lei municipal, de autoria do vereador Cristóvão Silveira (PSDB), que prevê um profissional de nutrição para cada grupo de 5 mil alunos, em vigor desde dezembro do ano passado, o número de profissionais não corresponde ao determinado.

Segundo o vereador, quando a lei foi promulgada o orçamento de 2011 já estava previsto.

“A lei não é aplicada em função do orçamento, porque demanda verba da prefeitura, mas acredito que pelas próprias circunstâncias, o orçamento vai implementar essa lei para o ano que vem”, ressalta.

Para o parlamentar, a lei já começa a ser executada a partir do anúncio da contratação de mais nutricionistas.

Caso - Estudantes tiveram dor de cabeça, diarréia e vômito, por volta das 14h30 desta terça-feira, na escola municipal Iracema Maria Vicente. No total 180 crianças foram vítimas de intoxicação e as causas ainda estão sendo analisadas. Uma das hipóteses apresentadas já foi descartada, de que a água tomada pelos alunos seria imprópria para o consumo ou teria alguma bactéria.

A Prefeitura abriu sindicância interna, acionou a Polícia Civil para investigar o caso, suspendeu as aulas na escola e determinou a retirada do cardápio dos alimentos suspeitos.

Mais de 10 equipes dos bombeiros e do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) foram envolvidas. Na escola, o clima foi de pânico com pais e parentes das crianças chegando a todo o momento em busca de informações. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

13º CHEGANDO
Governo de MS confirma pagamento do 13º salário nesta terça-feira
BONITO - MS - TENTATIVA DE SUICÍDIO
Jovem sobe em torre de telefonia para tentar suicídio, PM resgata antes em Bonito (MS)
CIDADES
Motorista com destino a SP perde controle da direção e tomba carreta carregada de celulose na BR-158
CIDADES
Na saída de boate, mulher aponta arma na cabeça de vítima e foge após roubar pertences em MS
MEIO AMBIENTE
Fique atento! Certas árvores podem oferecer riscos para pessoas e animais
OPORTUNIDADES
MS tem 5 concursos abertos e salários de até R$ 9,4 mil nesta semana
GERAL
Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
ECONOMIA
Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
TEMPO E TEMPERATURA
Segunda-feira de céu parcialmente nublado e temperaturas de até 39º
"SÓ TENHO ELE" - DIZ CATADOR
MS: Catador que criou Batfusca com restos de lixo põe carro à venda por não conseguir manter família