Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 15 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Campo Grande tomba mais 22 árvores como patrimônio cultural

24 Ago 2011 - 16h13Por MS Notícias

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, realizou na segunda-feira (22) o tombamento de 22 árvores do canteiro central da avenida Mato Grosso. A decisão foi tomada após solicitação do Ministério Público Estadual (MPE), que indicou o tombamento das árvores como patrimônio histórico, cultural e paisagístico da cidade.

As árvores têm entre 54 e 74 anos, são da espécie Ficus microcarpa e estão no trecho entre a avenida Calógeras e a rua Pedro Celestino.

O tombamento dessas árvores, o segundo da Capital visa o incentivo à arborização e ao fortalecimento de Campo Grande como uma cidade verde. O primeiro foi de uma árvore Tamboril (Enterolobium contortisiliquum), plantada na rua da Paz quase esquina com a rua Rio Grande do Sul, no Jardim dos Estados. Ela passou a ser considerada patrimônio paisagístico da cidade em junho de 2009. A árvore Tamboril teria aproximadamente 60 anos e a madeira dessa espécie é usada na fabricação da viola de coxo, um dos instrumentos mais tradicionais do Estado.

Para o prefeito, o tombamento das árvores seria uma forma de preservar nossa cultura, história e a natureza. “Hoje, nós ouvimos falar tanto de preservação da natureza. Realizando esse ato de tombamento é também um ato de ajudar nossa cidade a crescer e viver bem e melhor, já que a nossa cidade é considerada uma Capital bem arborizada. Espero que a população se orgulhe de ter árvores tão bem cuidadas e, agora, preservadas perante a lei, que de alguma forma faz contar nossa vivência durantes tantos anos”, considerou.

De acordo com o chefe do Núcleo de Patrimônio Cultural da Fundac, Rubens Costa Marques, o ato do tombamento das árvores existentes na Capital faz com que a população conheça mais da nossa história e do cuidado que o Executivo e a própria população tem que ter com a preservação das espécies. “As árvores seriam o imaginário campo-grandense, pois sabemos que nossa cidade hoje consiste em grande porcentagem de espaço verde. O tombamento das árvores é um instrumento legal de preservação de espécies vegetais de porte arbóreo. Hoje, qualquer cidadão pode requerer junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Fundac o tombamento de árvores.

Segundo essa lei, qualquer árvore poderá ser declarada imune de corte, mediante ato do poder público, por motivo de localização, beleza, raridade e condição de porta-sementes, bem como boas condições fitossanitárias e área de projeção da copa livre, explica o chefe.

Para se chegar ao tombamento, o chefe de Patrimônio Cultural explica que são feitas algumas práticas até se chegar à lei. “As pessoas ou órgãos interessados em realizar um tombamento de árvores devem direcionar o pedido a Fundac ou Semadur. A secretaria fará uma visita técnica junto com peritos ao local, onde fará um laudo sanitário sobre as condições do local, canteiro ou árvore. Realizada essa visita, os peritos pegarão os dados e transformarão em projeto de apresentação para, assim, ser entregue ao prefeito e decretado o tombamento”, explica.

Para tombamento existem três esferas: a municipal, estadual e federal. O tombamento das árvores da avenida Mato Grosso é da esfera municipal. Campo Grande possui, segundo estimativa da prefeitura, cerca de 153 mil árvores, muitas tipificadas como "notáveis".
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DA PMA
PMA apreende rede e anzóis de galho nos rios Miranda e da Prata
RIO MIRANDA EM BONITO - MS
Em BONITO, Rio Miranda atinge nível de emergência e Imasul emite alerta a ribeirinhos
PRIMEIRO PESQUISA DO 2º TURNO
Pesquisa do 2º turno para governador do MS indica Reinaldo com 54%, veja números
BONITO - MS - E MAIS 56 CIDADES
BONITO e mais 56 cidades do MS em sinal de alerta para mais tempestades
EM CIDADE DO MS
Rapaz morre afogado enquanto nadava em lago de represa em cidade do MS
ELEIÇÕES 2018 - AÇÃO NA FRONTEIRA
Bolsonaro planeja implantar trabalho do DOF nas demais fronteiras do Brasil
BRASILEIRA EXECUTADA
Brasileira dona de escritório contábil é executada com 9 tiros de pistola na fronteira com MS
A FAZENDA 10 - ELIMINAÇÃO
Ana Paula Renault é eliminada de A Fazenda 10, VEJA COMO FOI
ROTA 262 - CORUMBÁ - MS
Rumo a Corumbá: 262 é rota da chipa, jacaré pego à unha e a doce prosa
BALANÇO DOS ACIDENTES
Dez crianças morreram e 37 ficaram inválidas após acidentes em MS neste ano