Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
sbado, 25 de maio de 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Câmara de Dourados altera Lei Orgânica e município terá 19 vereadores

20 Set 2011 - 15h02Por Assessoria CMD / Diário MS

Uma emenda alterando o Artigo 16 da Lei Orgânica do Município, aprovada na sessão desta segunda-feira, estabeleceu em 19 o número de vareadores para a próxima legislatura na Câmara Municipal de Dourados. Pela lei anterior, o município poderia ter 21 vereadores a partir de janeiro de 2013, conforme emenda à LOM aprovada em dezembro de 2008.

Os vereadores resolveram fixar em 19, e não 21, por considerar um número ideal para garantir a representatividade da população. O aumento do número de cadeiras, vale lembrar, não significa aumento no valor do repasse do executivo para o legislativo, que continua em 6% do orçamento.

A Câmara de Dourados, até o ano de 2004, tinha 17 vereadores. A partir de 2005 passou a ter 12, em atendimento a mudanças na legislação, que foi, novamente, alterada em 2008. Em 2009, em Sessão Especial do Congresso Nacional, as duas mesas diretoras promulgaram a Emenda nº 58, que deu nova redação ao Art. 29 da Constituição Federal, elevando o número máximo de vereadores em cada município de acordo com a população bem como reduziu os repasses às Câmaras Municipais.

A maioria dos vereadores entende que apenas 12 cadeiras não condiz com a realidade de Dourados. Para eles, a revisão que o Congresso Nacional fez corrige uma grande injustiça e garante no legislativo a representatividade dos mais variados segmentos da sociedade.De acordo com o Artigo 95, parágrafo 3º do Regimento Interno, a votação da emenda deve ser respeitar o interstício de no mínimo dez dias. Assim sendo, a matéria voltará para a pauta na 32ª sessão ordinária, no dia 3 de outubro.

OUTROS

Ainda na sessão de segunda-feira, os vereadores aprovaram, em segundo turno e por unanimidade, a redação final ao projeto de lei do executivo que altera o perímetro urbano de Dourados.Também em segunda votação, foi aprovado, com emenda, projeto de lei que cria no município o Programa Permanente de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar e o Serviço Social Escolar; e o projeto que denomina Professor José Pereira Lins a via que margeia o Parque Ambiental Rego D´Água.

Em primeira votação foi aprovado projeto do Executivo que revoga lei que concedeu pensão vitalícia. Foi aprovada, ainda, pelo plenário, uma extensa pauta de requerimentos e moções.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FRIO CONTINUA NO MS
Temperaturas podem variar entre 4°C a 32°C neste fim de semana em Mato Grosso do Sul
FEMINICÍDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
BONITO - MS - AÇÃO POLICIAL
Homem agride mulher e enteado e é preso pela Polícia Militar de Bonito (MS)
BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereador convida população bonitense para a primeira votação do projeto jovem aprendiz nesta segunda
BONITO - MS - VALORIZANDO A ZONA RURAL
Valorizando a zona rural, prefeitura conclui reforma de ponte na fazenda Furna Dourada em Bonito
TODO CUIDADO É POUCO
Homem morre quando mexia no celular na Capital do MS
MOEDAS DE GORJETAS
Mulher compra carro com R$ 76 mi de moedas que juntou por 10 anos
Bonito
12 produtores vão arcar com reparação de áreas para resolver turbidez de rio de Jardim e Bonito (MS)
CRISE NO BRASIL
Governo de MS só tem garantia de pagar salário em dia até junho
OPORTUNIDADE NO MS
Em MS, Prefeitura abre inscrições para contratação de auxiliares de enfermagem