Menu
KAGIVA
sexta, 14 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Britânico é preso por zombar de jovens mortos, no Facebook

15 Set 2011 - 15h03Por Estadão.com

Um homem de Berkshire, na Grã-Bretanha, foi preso por escrever mensagens em um site de rede social zombando de uma garota que cometeu suicídio.

Sean Duffy, de 25 anos, foi condenado a 18 semanas na prisão pelo que escreveu sobre a adolescente Natasha MacBryde, de 15 anos, no Facebook e no YouTube.

Segundo a polícia, Duffy também havia escrito mensagens ofensivas sobre adolescentes mortos em Northumberland, Gloucestershire e Staffordshire.

O homem se declarou culpado de "trollagem", termo usado para descrever o ato de escrever insultos e mensagens ofensivas online anonimamente.

Ele foi descoberto pela polícia através de informações fornecidas pelo seu provedor de internet.

Bullying

A adolescente Natasha MacBryde se atirou embaixo de um trem em fevereiro, depois de sofrer bullying.

Depois de sua morte, Sean Duffy postou mensagens anônimas em uma página criada pelo irmão de Natasha, James, para que a família e os amigos da jovem pudessem homenageá-la.

Em uma das mensagens, Duffy a chamou de prostituta. Ele também postou um vídeo no YouTube em que um personagem infantil aparecia com o rosto de Natasha.

O pai da jovem, Andrew, disse em um comunicado lido no tribunal que "não conseguiu acreditar que alguém poderia descer tanto", depois que seu filho lhe contou sobre as mensagens.

Anti-social

A promotoria também pediu que os juízes considerassem outros casos de ofensas protagonizadas por Duffy para decidir sua sentença.

A corte também ouviu que o britânico tinha problemas com álcool e sofre de Síndrome de Asperger.

Ele também havia postado mensagens ofensivas sobre Lauren Drew, de 14 anos, que foi encontrada morta depois de supostamente ter sofrido um ataque epiléptico; sobre Hayley Bates, de 16 anos, que morreu em um acidente de carro e sobre Jordan Cooper, de 14 anos, que foi morto a facadas na região de Northumberland.

No último dia das Mães, ele escreveu uma mensagem em uma página que homenageava Lauren Drew, que dizia: "Socorro, mamãe, está quente no inferno".

Sean Duffy não conhecia nenhum dos adolescentes sobre os quais escreveu.

Ele recebeu uma Ordem de Comportamento Anti-social da justiça (Asbo, na sigla em inglês), que o proíbe de usar sites de rede social por cinco anos.

O pai de Lauren Drew pediu que o Facebook fizesse mais para impedir que o site seja mal utilizado, dizendo que o serviço "é uma coisa maravilhosa se for usado corretamente".

O advogado Lance Whitford disse que Duffy foi diagnosticado com síndrome de Asperger ainda jovem. Uma das características da síndrome é a inabilidade de interpretar corretamente reações e emoções alheias.

Ele também disse que Duffy lutava contra problemas com álcool e tinha "uma vida horrível".

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - MEDIDAS TOMADAS
Governo de MS adota medidas de contenção de erosão para preservar os rios de Bonito
BONITO - MS - HOMENAGEADO
Gruta do Lago Azul era para dar tiro e fazer churrasco, conta guia pioneiro de Bonito (MS)
GOVERNO DO MS - CONQUISTA
Com 86% das metas cumpridas, Reinaldo se reúne com eleitos e traça projetos para 2019
BONITO - MS - RÉVEILLON 2019 -
Prefeitura divulga regulamento sobre as festividades do Réveillon 2019 em Bonito (MS)
CORPO ENCONTRADO EM RIO DE MS
Bombeiros localizam o corpo do homem que sumiu na pescaria em MS
BONITO - MS - NOVA DIRETORIA DA OAB
Nova diretoria da 23ª subseção da OAB de Bonito toma posse
RIO DA PRATA DE VOLTA
'Clareza' do Rio da Prata aparece e semana é marcada por audiência e clamor popular em Bonito (MS)
DUAS MORTES POR RAIOS NO MS
Tempestade surpreende e dois morrem atingidos por raios em MS
GOVERNO DO MS - EM 2019
No 2º mandato, Reinaldo vai doar metade do salário a entidades
BONITO - MS - TÁ NA CONTA
Prefeitura Municipal deposita 2ª parcela do 13º salário em Bonito (MS)