Menu
mutantes
sexta, 22 de maro de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Brasil terá excesso de mão de obra qualificada em 2011, aponta Ipea

28 Abr 2011 - 15h04Por Agência Brasil

O Brasil terá neste ano excesso de mão de obra qualificada, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Um estudo divulgado hoje (28) pelo órgão aponta que mais de 1 milhão de trabalhadores com experiência e qualificação profissional permanecerão desempregados no país, mesmo com o incremento dos postos de trabalho durante o ano.

O estudo prevê que, em 2011, a economia brasileira gere 1,7 milhão de empregos. Mais 19,3 milhões de contratações devem ser feitas em razão da rotatividade no mercado de trabalho. Isso totaliza a contratação estimada de 21 milhões de trabalhadores.

Segundo o Ipea, porém, o Brasil terá ao final do ano 22 milhões de trabalhadores qualificados. Nesta conta, entram os que perderam o emprego por causa da rotatividade (19,3 milhões), os cerca de 2 milhões de desempregados qualificados, mais os 762 mil trabalhadores que entram no mercado já com qualificação e experiência profissional.

Descontada a demanda por mão de obra da quantidade de trabalhadores qualificados, o levantamento estima um excesso de mais de 1 milhão de trabalhadores. “Quando se contrasta a demanda potencial de mão de obra com a oferta disponível de trabalhadores qualificados e com experiência profissional conclui-se que poderá haver um excesso de mais de 1 milhão de trabalhadores”, informa o estudo.

Esse excesso, entretanto, não é distribuído igualmente entre os estados do país nem entre os setores da economia. De acordo com o Ipea, em algumas atividades de alguns estados faltarão trabalhadores qualificados para atender à demanda de mão de obra deste ano.

No Maranhão, por exemplo, considerando-se a demanda de todos os setores econômicos, faltarão 1,9 mil trabalhadores com qualificação. Já em São Paulo, apesar do excesso geral de 203 mil qualificados, é estimada a escassez de trabalhadores em algumas atividades.

Só a indústria paulista terá um déficit de 33,2 mil trabalhadores. Já o setor de comércio e reparação, um déficit de 28,9 mil e a administração pública, de 3,4 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - DENGUE HEMORRÁGICA
Dengue hemorrágica mata adolescente de 11 anos, Dourados chora a morte de Nicolas Ferruzzi
POLÍCIA
Mulher de empresário morto em MS é presa suspeita de ser a mandante do assassinato
TEMPO E TEMPERATURA
Friozinho vai embora e temperaturas voltam a subir em MS
SAÚDE
Menino de 11 anos morre por dengue hemorrágica e é quinta vítima da doença em MS
CIDADES
STJ restabelece decisão de juiz e mantém bloqueios de empresas fornecedoras do Aquário do Pantanal
GERAL
Por decreto, Azambuja altera programa de incentivos fiscais a produtores de MS
BONITO - MS
Simpósio sobre Saúde Animal será nesta sexta-feira
BONITO - MS
Escola Sagrada Família e BCG serão as representantes de Bonito na maior competição Escolar do Estado
CIDADES
Decreto disciplina manejo do solo nas propriedades rurais de Bonito e Jardim
RAIOS NO MS
Raio atinge fazenda e mata 21 cabeças de gado na região do Bolsão em MS