Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Bonito vence de novo.

Premiação Melhores Práticas dos 65 Destinos Indutores

4 Nov 2011 - 07h39Por Ministerio do turismo

Com o intuito de que se tornem públicas, reconhecidas e replicadas por outros destinos turísticos, conheça a seguir os relatos das melhores práticas vencedoras dos 65 Destinos Indutores.

Melhor Prática vencedora: Políticas Públicas (Não Capital) 

Voucher Único Digital

 

DESTINO:

Bonito/MS

 

INSTITUIÇÃO PROMOTORA:

Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Bonito

 

RESPONSÁVEL:

Augusto Barbosa Mariano

 

O Voucher Único Digital é um documento moderno e ágil para o registro das prestações de serviços de Atrativos Turísticos no âmbito Municipal.

A cidade de Bonito é conhecida nacional e internacionalmente como um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil devido as suas belezas naturais compostas por águas cristalinas, fauna e flora exuberantes, que atrai turistas de todo o mundo, composta por um ecossistema extremamente frágil que exige atenção especial e cuidados redobrados na sua conservação e preservação.

O turismo no município de Bonito atualmente é uma economia de relevante importância para a comunidade, tendo sido identificada pela central do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) como a segunda maior fonte de renda da localidade, sendo o segmento que mais emprega no município, tanto formal como informalmente.

Devido ao grande crescimento do turismo local, viu-se a necessidade de se implantar um meio de controle que hoje é referência no país sendo usada para fins estatísticos, de arrecadação municipal evitando a evasão fiscal, controlando a visitação dos passeios, mensurando a capacidade de carga, dentro das mais avançadas regra de sustentabilidade.

Assim surgiu o “Voucher Único”, uma grande ferramenta, de suma importância para o crescimento e a organização turística, tanto é que varias cidades onde o turismo tem se desenvolvido estão analisando este modelo, exemplo de padronização e controle. A criação do Voucher Único pelo COMTUR (Conselho Municipal de Turismo), através da Instrução Normativa n.º 001/95, como instrumento de ordenamento da atividade turística, contribuiu para induzir a um modelo de gestão, baseada na constituição de uma rede de cooperação 2 voltada à exploração sustentável dos recursos naturais do município, envolvendo o poder público e o trade turístico.

Pode-se admitir como um conceito mais difundido e abrangente de Voucher nas atividades turísticas, a seguinte expressão: “é um contrato de prestação de serviços futuros no ramo de turismo”.

Este documento garante a prestação de um serviço direto ao turista, cuja venda pode ter sido intermediada por agência e/ou operadora, pressupondo que cada membro integrante da rede de prestação de serviços, honrará seu compromisso tácito, cumprindo regras pré-estabelecidas, respeitando e preservando a natureza, planejando um turismo de qualidade em detrimento do turismo de massa.

Por iniciativa própria um empresário natural de Bonito, Antonio Carlos Silveira Soares (Tó) um dos pioneiros do turismo, idealizou e desenhou e idealizou o primeiro modelo do “Voucher Único” que foi utilizado até 15 de janeiro de 2003.

No ano de 1995, após a conclusão do curso de guia de turismo, especializado em atrativos naturais, a Lei Municipal nº 689/95 tornou obrigatório o acompanhamento por guias especializados, em todos os atrativos turísticos locais, e o guia de turismo que atende o turista ou grupos de visitantes tem seu nome especificado no voucher.

O Voucher Único inicialmente era impresso em bloco, controlado pela Secretaria de Meio Ambiente de Bonito, emitido pelas agências locais de turismo, que todas as semanas, as quintas feiras repassavam os valores arrecadados a cada “parceiro”, ou seja, aos proprietários, aos guias, e à prefeitura, o ISSQN devido por cada segmento participante, num sistema moroso que implicava na emissão de várias vias do documento, que transitava de mãos em mãos.

A prefeitura como administradora do passeio da Gruta do Lago Azul centralizava o controle de freqüência, mediante sistema informatizado que era acessado pelas agências via telefone. Antes de cada venda estas consultavam a Central de Reservas que autorizava a liberação da visita segundo o número de vagas diárias existente para o passeio, assim também ocorria com os atrativos do poder privado em suas próprias centrais de reserva e atendimento.

Aos poucos a cidade e seus empresários identificaram a economia do turismo, seus pontos fortes e fracos e aprenderam a lidar com o mercado, porém, a cada dia surgiam mais necessidades de profissionalização e aperfeiçoamento dos serviços turísticos, pois se tratava de um mercado consumidor exigente extremamente bem informado e formador de opinião.

Além do que, se percebe um novo crescimento dos destinos turísticos voltados ao Ecoturismo e atividades esportivas ligadas ao meio ambiente. O que significa crescimento do 3 mercado concorrente e oferta de novos produtos similares, oferecendo custos e facilidades competitivas, além da cobrança para que se cumprissem as responsabilidades socioambientais.

Neste contexto necessita-se de uma postura e um posicionamento extremamente profissional tanto dos gestores públicos como dos empresários ligados ao setor econômico do turismo, setor esse que hoje deu força e relevância social, política e econômica para o município, constituindo no segmento que mais investe e emprega mão de obra local.

Fato este que recomenda seriedade e profissionalismo de todos os envolvidos, desde os serviços operacionais, infra-estrutura pública, planejamento e marketing local, através de uma ação integrada que objetive a manutenção e o desenvolvimento do atual destino Bonito, melhorando a qualidade de vida da população através de geração de emprego e renda, conscientizando a população sobre o desenvolvimento autossustentável.

O Grupo Gestor, grupo de trabalho formado no âmbito do Projeto de Gestão dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional, certo dos resultados que o Voucher Único tem apresentado, auxiliou na implantação do Voucher Único Digital, hoje o que tem de mais moderno existente para o controle da visitação, proporcionando a emissão de relatórios em tempo real.

Com esta nova regulamentação, o município busca alcançar o controle da impressão, padronização e distribuição das Notas Fiscais de serviços, o controle rápido e eficiente do imposto lançado e a excelência na qualidade do serviço prestado. Com esta mudança, os formulários antigos de Notas Fiscais, ficam cancelados, obrigando a todos a adoção do modelo padronizado digital, proporcionando uma redução nos custos na impressão do formulário, na aquisição de papéis, no armazenamento de documento fiscal, uma vasta ampliação de base dos contribuintes, gráficos comparativos, relatórios gerenciais, cruzamento de informações e para o contribuinte possibilita a emissão do voucher pela internet de qualquer lugar do mundo, e reduziu a impressão de papéis contribuindo para a preservação do Planeta Terra.

A comunidade foi à maior beneficiada, uma vez que o desenvolvimento da atividade turística em Bonito atende a expectativa de geração de emprego, renda e receita para o município, mas em primeiro lugar destaca-se a organização surgida espontaneamente na comunidade, onde a forma de se relacionar com seus recursos naturais, de acolher seus visitantes e regular o número da frequência, caracteriza o modelo de gestão do turismo local, referência regional, nacional e mundial. 4

Assim, foi criado um modelo de gestão que é único e local, fruto de todo um processo de organização social, criado, formatado e implantado em comum acordo com os empresários locais, influenciados por uma gama de variáveis intervenientes, que expressa a vontade e o desejo da comunidade em buscar o desenvolvimento sustentando e organizando da sua atividade turística, onde todos ganham e a maior beneficiada é a natureza.

Contatos:

RESPONSÁVEIS:

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo de Reinaldo Azambuja interliga por estradas o Pantanal secularmente isolado
IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS