Menu
KAGIVA
quarta, 20 de junho de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
BONITO

Bonito, Dourados e Três Lagoas podem ter implantação de linhas aéreas

21 Fev 2011 - 17h37Por Capital News

 

Durante reunião realizada em Dourados para divulgação da Feira Internacional e 3º Salão de Turismo, a diretora presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nilde Brun, anunciou que pretende trazer quatro empresas aéreas regionais e nacionais para operarem no Estado.

A diretora tem agenda marcada em São Paulo, dia 22 (terça-feira), com a coordenação da Trip, Azul, TAM e Passaredo para apresentar as propostas de implantação dessas linhas nos municípios de Três Lagoas, Bonito e Dourados. Segundo ela, o interesse é que seja implantada uma nova linha direta de São Paulo. Três das quatro empresas aéreas que receberão as propostas fazem desembarque em Congonhas, exceto a Azul, que chega até Campinas.

Na proposta Nilde apresenta fatores positivos dos municípios como, as potencialidades econômicas da região, aeroportos, localização, entre outros dados que objetivam convencer as empresas sobre a viabilidade da instalação dessas linhas aéreas. A intenção é que essa nova linha possa fazer a integração entre Três Lagoas, Dourados e Bonito. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
IFMS divulga aprovados na graduação e chama para matrícula a partir de sexta
ESPORTES
Atleta de MS avança para fase principal de etapa do Mundial na República Tcheca
COPA 2018
Neymar volta a treinar, e Tite deve repetir equipe titular contra a Costa Rica
EM FAZENDA
Homem é atacado por touro no Pantanal e é resgatado por helicóptero
SANEAMENTO
Terceirização da Sanesul pode sair ainda nesse ano, diz Azambuja
REPERCUSSÃO
Assédio a mulher na Rússia envergonhou Brasil, diz ministro do Esporte
ECONOMIA
Venda direta de etanol pode reduzir preço para o consumidor nos postos
BONITO - MS -OBRAS
Prefeitura de Bonito vai reformar ponte sobre o Córrego Roncador
CRIME ORGANIZDO
Armamento encomendado pelo PCC da Bahia é apreendido em MS
BONITO INFORMA RUAL
Mussarela e queijo minas ficam 10% mais caros na entressafra do leite