Menu
KAGIVA
sexta, 19 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Bolsas da Europa fecham a sexta-feira em baixa e Bovespa mantém queda

19 Ago 2011 - 17h01Por Agência Estado

As bolsas europeias encerraram o pregão desta sexta-feira, 19, no terreno negativo. Londres recuou 1,01%, Frankfurt caiu 2,19% e Paris perdeu 1,92%. Na semana, o Xetra DAX caiu 8,63% e o CAC 40 recuou 6,13%, enquanto o FTSE 100 acumulou perda de 5,25%.

Os mercados da Europa chegaram a reduzir as perdas da abertura após o rumor de que União Europeia pode elaborar uma legislação sobre eurobônus (títulos que obrigariam os países da zona do euro a garantir as dívidas dos demais membros do bloco monetário). As bolsas, no entanto, não sustentaram o movimento.

Em Milão, o índice FTSE MIB caiu 368,09 pontos, ou 2,46%, para 14.602,33 pontos. O IBEX 35, da Bolsa de Madri, recuou 175,80 pontos, ou 2,11%, para 8.141,90 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 teve queda de 17,88 pontos, ou 0,30%, para 6.012,69 pontos. O ASE, da Bolsa de Atenas, perdeu 14,66 pontos, ou 1,50%, para 961,96 pontos. Na semana, esses quatro índices acumularam queda, liderados pelo FTSE MIB, que caiu 8,09%, seguido por IBEX 35 (-5,84%), PSI 20 (-3,06%) e ASE 2,94.

As ações do banco francês Société Générale, um dos maiores da Europa, caíram 49% entre o dia 1º de julho e ontem, observa o jornal parisiense “Le Monde“. O diário destaca também a variação das ações de outras duas importantes instituições financeiras francesas: o Banco Nacional de Paris (BNP Paribas) e o Crédit Agricole, cujos papéis desceram 37% e 42% no mesmo período.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também opera em queda nesta sexta, em pregão mercado pela oscilação. A bolsa paulista iniciou o dia em baixa, chegou a subir quase 1%, mas perde 0,38%, aos 52.934 pontos, às 13h28. No mercado de câmbio, o dólar cai 0,12%, a R$ 1,600.

Os principais índices acionários de Nova York também têm dia de volatilidade e não exibem uma direção comum. No mesmo horário, Dow Jones caía 0,35%, Nasdaq subia 0,26% e S&P 500 perdia 0,05%.

O presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, afirmou nesta sexta que choques externos minaram o crescimento econômico dos EUA na primeira parte deste ano, o que provavelmente vai quebrar o ritmo do crescimento no restante de 2011.  Ele minimizou, contudo, a noção de que o banco central dos EUA está muito preocupado com uma nova crise no sistema bancário, acrescentando que o Fed monitora constantemente instituições americanas e europeias. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%