Menu
ASSOMASUL MARÇO
sbado, 23 de maro de 2019
mutantes
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Biffi e Delcídio viabilizam R$ 23,4 milhões para 16 municípios

8 Jul 2011 - 11h33Por Assessoria

Através de gestões junto ao Ministério da Educação, o deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) e o senador Delcídio do Amaral (PT/MS) viabilizaram R$ 23,4 milhões do governo federal para a construção, reforma e ampliação de dezenas de escolas nas áreas urbana e rural de 16 municípios. Os convênios para o repasse dos recursos começaram a ser assinados esta semana em Brasília e a expectativa é de que as obras sejam iniciadas o mais rápido possível.

“É uma grande conquista para a população”, avalia Delcídio. “O Biffi e eu visitamos os municípios, conversamos com os prefeitos e vereadores, discutindo as prioridades de cada região. A demanda por investimentos em educação é enorme. Depois, a gente bate à porta do governo federal, porque a maioria das prefeituras não tem condições financeiras de atender as reivindicações. É uma alegria muito grande constatar que todo esse esforço está dando resultados”, afirma o senador.

Só esta semana, foram repassados R$ 5,2 milhões para Maracaju, Jaraguari e Douradina.

“São R$ 3,8 milhões para construir duas escolas em Maracaju - uma no distrito de Vista Alegre, para atender 500 alunos, e a outra, com 12 salas de aula, na área urbana da cidade. Viabilizamos também R$ 700 mil para a construção de uma creche em Douradina e outra de mesmo valor em Jaraguari. Estávamos correndo atrás desses recursos desde 2009”, revela o deputado Biffi.

O prefeito de Maracaju, Celso Vargas, destacou a importância da chegada da verba ao município.

“Há 18 anos não se constrói escolas novas em Maracaju. Esses R$ 3,8 milhões representam um investimento equivalente a 32% da nossa arrecadação, superando os 25 % mínimos determinados pela legislação. Biffi e Delcídio estão dando uma contribuição muito importante para o futuro da nossa cidade”, avalia o prefeito.

Nos próximos dias, prefeitos de outros 13 municípios vão a Brasília celebrar os convênios com o Ministério da Educação. São R$ 700 mil para a construção de uma escola rural em Juti, R$ 3,8 milhões para 5 escolas indígenas em Paranhos, R$ 1,5 milhão para duas escolas em Miranda, R$ 1,3 milhão para uma escola em Aparecida do Taboado, R$ 2,8 milhões para reforma e ampliação de 9 escolas da rede municipal de Coxim, R$ 740 mil para uma escola indígena em Japorã, R$ 740 mil para uma escola rural em Vicentina, R$ 620 mil para uma escola em Taquarussu, R$ 1,6 milhão para uma escola rural e outra indígena em Eldorado, R$ 740 mil para uma escola indígena em Aral Moreira, R$ 1,1 milhão para uma escola indígena e a cobertura de uma quadra de esportes em Coronel Sapucaia, R$ 600 mil para uma escola indígena em Bela Vista e R$ 2 milhões para 4 escolas indígenas em Amambai.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO E JARDIM - MS
Governo estabelece regras para aprovação de projetos no Rio da Prata em Jardim e Formoso Bonito (MS)
GERAL
PM do Estado por meio do BOPE lançará edital para 2° Curso de Especialização em Negociação Policial
POLÍCIA
Para mulher reatar, homem envia foto com facão e filha de 2 anos no colo em MS
POLÍTICA
Tribunal vai julgar habeas corpus de Temer na próxima quarta-feira
CULTURA
Fundação de Cultura inaugura ‘Espaço Jorapimo’ com obras inspiradas em Lídia Baís
JUSTIÇA
Plenário do STF mantém exigências para porte de arma por juízes
MEIO AMBIENTE
“Objetivo é proteger mananciais”, diz Reinaldo sobre Rio da Prata e Formoso
NIOAQUE - MS
Lançado em 2015, Nioaque tem seu Vale dos Dinossauros ainda quase intocável
POLÍCIA
Operação prende mãe e filho que comandavam tráfico de drogas em Jardim
ENTRETENIMENTO
Daniela Albuquerque releva ter comido “galinha de encruzilhada” em Dourados