Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 16 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Bebês de três meses identificam emoção na voz humana, diz estudo

4 Jul 2011 - 09h14Por Jornal do Brasil

Estudo realizado na Universidade de Londres afirma que bebês podem identificar emoções na voz de outras pessoas a partir dos três meses de idade. Os cientistas escanearam o cérebro de 21 bebês adormecidos enquanto os estimulavam com diferentes tipos de sons. 

Durante o exame da ressonância magnética, eles tocaram sons "emotivos" como choro e risadas, e sons de fundo como água correndo ou barulho de brinquedos. Quando escutavam vozes humanas, os bebês ativavam o córtex temporal, mesma parte do cérebro ativada por adultos na mesma situação. 

Outra região do cérebro, o sistema límbico, que controla as emoções, reagiu fortemente a sons tristes ou negativos, mas não diferenciou sons neutros de felizes. A pesquisadora Evelyne Mercure, da Universidade de Londres, disse que o estudo prova a existência de áreas especializadas no cérebro desde o início do desenvolvimento do cérebro. 

A próxima fase do estudo pretende comparar cérebros de bebês autistas e não-autistas, na esperança de entender porque alguns desenvolvem a doença. A análise também incluirá bebês com riscos de desenvolver autismo, como aqueles que tem irmãos autistas

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Com fim da hegemonia da TV, internet pode ser decisiva nestas eleições
POLÍTICA
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro
BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais