Menu
KAGIVA
segunda, 25 de junho de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Bebê nasce com dente em Ribeirão Preto

10 Mai 2011 - 09h41Por Agência Brasil

A autônoma Andréia Pires Jacinto Ladeia, de 33 anos, ficou surpresa ao descobrir que a filha, nascida na noite  de segunda-feira (2), no Hospital Santa Lydia, em Ribeirão Preto (SP), já tinha um dente. A pediatra que acompanhou o parto disse, no dia seguinte, que havia uma inflamação na gengiva inferior do bebê, que em poucos dias sumiria, mas na quinta-feira (5) a médica verificou que era um dente, um incisivo central inferior.

"Achei que era dente de leite, mas minha irmã e minha mãe viram que era mesmo um dente, e dois dentistas, de dois postos de saúde, confirmaram isso na sexta-feira", contou Andréia. O caso é considerado raro, mas normal.

Segundo Andréia, além de um dente já visível e grande, um segundo está forçando a gengiva para sair. Nesta terça (10), a menina será avaliada pela odontopediatra Alexandra Queiroz, professora da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP). Outras consultas com dentistas deverão ocorrer nas próximas semanas.

A menina tem um irmão, de 16 anos, que começou a ter dentes a partir do quinto mês. Em geral, os dentes começam a surgir em bebês aos seis meses. Andréia disse que a amamentação não sofreu qualquer alteração, pois ela está intercalando a amamentação no peito com a mamadeira. "Por enquanto, o dente dela não está atrapalhando", afirmou Andréia.

A odontopediatra Alexandra Queiroz informou que esse caso não é comum, mas que também não é uma doença ou algo que deve preocupar a mãe. "Existe um caso desses a cada 3 mil nascimentos, e é apenas a alteração da cronologia da erupção de um dente", comentou. O dente deveria surgir com seis meses e, por ter aparecido desde o nascimento, é chamado de dente natal. Se surgisse em até 30 dias, seria chamado de dente neonatal.

Andréia será informada sobre os cuidados a tomar, além de ser orientada a levar o bebê ao dentista periodicamente. A criança pode machucar a ponta da língua durante a amamentação e o bico do peito da mãe também pode ser ferido pelo dente.

"É preciso que a população saiba que, além do pediatra, o bebê deve passar por um odontopediatra ao nascer, para que a mãe saiba dos cuidados da higiene bucal, da prevenção contra cáries e o uso do flúor", disse Alexandra.

Segundo ela, deve ser feita uma radiografia para verificar se o dente nascido é da série normal, o que significaria deixá-lo até cair. Se for um dente a mais, o que interferiria no surgimento da dentição normal (permanente), ele deverá ser extraído.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - CULTURA
Bonito recebe 4ª edição da Feira Literária
BONITO - MS - AÇÃO DA 1ªCIPM/CPA-3
Polícia Militar recaptura foragido da justiça durante ação na madrugada em Bonito (MS)
PANTANAL
União reconhece situação de emergência em áreas inundadas no Pantanal
EMPREGOS
Exército abre vagas para músicos no 17º Batalhão de Fronteira
CRIME ORGANIZADO
PF faz operação contra célula do PCC em Mato Grosso do Sul e mais quatro estados
EXPANSÃO PARAGUAI
Obras públicas paraguais terão continuidade com mudança de governo
IVINHEMA
Veículo capota na MS-276 após condutor dormir ao volante
LEILÃO DO GOVERNO DO MS
Governo leiloa 43 lotes de veículos e sucatas nesta terça-feira, confira o edital
CAMPO GRANDE E JARDIM
Uems abre concurso para professores efetivos em Campo Grande e Jardim
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Padrasto acerta murro na boca de criança ao tentar agredir esposa