Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 14 de novembro de 2018
KAGIVA
Busca

BB, Santander e Bradesco poderão compartilhar caixas eletrônicos

3 Mar 2011 - 08h51Por R7

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) deu nesta quarta-feira (2) o sinal verde para os bancos Santander, Bradesco e Banco do Brasil testarem o compartilhamento de cerca de 700 caixas eletrônicos no país.

De acordo com a assessoria do Cade, a união dos serviços eletrônicos dos três bancos é apenas um teste, já que o pedido inicial das instituições financeiras abrangia quase 11 mil caixas eletrônicos.

Se o experimento funcionar e os bancos decidirem pela união dos serviços em uma única máquina, as instituições financeiras deverão reivindicar nova avaliação do Cade, que vai julgar o caso novamente.

No início de fevereiro, os três bancos fizeram um comunicado oficial à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) pedindo a junção dos serviços.

A nota afirmava que os caixas eletrônicos compartilhados estariam nos aeroportos, postos de combustíveis, supermercados, shopping centers, farmácias e rodoviárias e que a unificação começaria em julho de 2011, com duração de cinco meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS
Encontro nacional de adoção começa nesta quinta em Bonito
DOURADOS - AÇÃO NA FAVELINHA
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos em Dourados
BONITO - MS - DINHEIRO NA CONTA
Prefeitura deposita a 1ª parcela do 13º salário aos servidores em Bonito (MS)
ATENÇÃO BONITO (MS)
Secretaria divulga período de matrículas e rematrículas em Bonito (MS)
CIDADES
Filho de 22 anos ameaça pai que negou dinheiro de mesada em MS: 'Vou voltar aqui com uma pistola'
TURISMO
MS está entre os finalistas do Prêmio Nacional do Turismo
SEGURANÇA PÚBLICA
Agentes de MS se capacitam em intervenção e escolta prisional de alto risco
CRIME NA CAPITAL
Diarista suspeita de participar de latrocínio é morta na frente da filha
TEMPO E TEMPERATURA
Predomínio de sol e chuva forte em algumas regiões à tarde em MS
AÇÕES DO GOVENO DO MS
A pedido de Reinaldo, recuperação da principal ferrovia de MS será prioridade de Bolsonaro