Menu
KAGIVA
quinta, 18 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Bandeirantes reivindica 22 mil hectares que hoje são de Rochedo

2 Set 2011 - 09h15Por Campo Grande News

Os municípios de Rochedo e Bandeirantes estão disputando uma área de 22 mil hectares que, hoje, é considerada oficialmente como sendo do primeiro, mas que é atendida pela administração do segundo.

A Prefeitura de Bandeirantes quer que seja feita uma nova delimitação e para isso está criando uma comissão para cuidar do assunto. “É muito importante para o Município de Bandeirantes esta divisão, pois melhorará em todos os aspectos, e Bandeirantes receberá legalmente a área que é de direito”, afirma o prefeito, Flávio Gomes (PR).

No resumo da ópera, a disputa envolve recursos repassados pelo Estado e pela União. Bandeirantes afirma que acumula prejuízos por não receber repasse de verbas referente a esse território e a população que vive nele. São cerca de 130 propriedades rurais nas regiões conhecidas como Barreirinho, Pontinha, Casa Branca e São João.

O assunto foi tratado no dia 25, em uma reunião com técnicos da Agraer, para apresentação de levantamento territorial da região em questão.

Segundo a Prefeitura de Rochedo, o georreferenciamento, todo o problema se deve a um erro do georreferenciamento feito no Estado, que colocou as regiões no território de Rochedo.

Os levantamentos realizados, conforme Rochedo defende, mostram que a área de 22 mil hectares pertence, de fato, a Bandeirantes, como previsto na lei que criou o Município, em 1963.

“O equívoco trouxe ao Município enorme prejuízo, visto que além do decréscimo de seu território, tem sofrido prejuízos fiscais e também da ordem de recursos públicos estaduais e federais. Não obstante o equívoco que determinou a área em questão pertencente ao Município de Rochedo, em razão dos limites históricos, o Município de Bandeirantes continua atendendo a região com todos os serviços públicos devidos”, afirma a prefeitura em material divulgado à imprensa.

A comissão que está sendo criada tem o objetivo, conforme a Prefeitura, de acompanhamento da resolução, política ou jurídica, a ser encontrada sobre o assunto.

O prefeito de Rochedo, Adão Arantes, disse que é preciso fazer estudos para definir de quem é a área de fato. Ele disse que não pode abrir mão do território tão facilmente, pois também vai ter perda no repasse de verbas.

Arantes confirmou que é Bandeirantes quem atende a região, mas diz que Rochedo também desenvolve ações para a área. Ele disse que essa situação também ocorre em relação a um território que na verdade é de Jaraguari, mas é atendido por Rochedo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MELHOR SALÁRIO É DO MS
Fetems confirma: Reinaldo paga o melhor salário de professor do Brasil
NO RIO MIRANDA - MULTA E APREENSÃO
PMA prende e autua em R$ 17 mil oito turistas paulistas pescando com redes e tarrafas no Rio Miranda
BONITO - MS - TESTE EM AEROPORTO
Aeroporto terá testes durante Seminário Nacional de Perícia em BONITO (MS)
ENTRETENIMENTO
FAZENDA 10: Dívida de Perlla com ex-empresário ultrapassa R$ 1 milhão
A FAZENDA 10 - ENTRETENIMENTO
'Vaza' passado cabeludo de Fernanda Lacerda e Léo Stronda fora da Fazenda
A FAZENDA 10 - FOGO NO FENO
Mulher de Rafael Ilha detona Gabi Prado e dispara contra peoa: 'Deve sofrer de alguma doença'
RETA FINAL - NOVELA DA GLOBO
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher' em Segundo Sol
OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL
Temer recebeu R$ 5,9 mi em propinas do setor portuário, diz PF
BONITO - MS - RESULTADO DO CONCURSO
Confira os aprovados no concurso público da Câmara em BONITO (MS)
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Em quatro anos, governo de MS investe R$ 265 milhões em Corumbá