Menu
mutantes
quarta, 20 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Internacional

Balanço do Costa Concordia força suspensão da busca por desaparecidos

20 Jan 2012 - 08h03Por Folha Online

A busca por 20 desaparecidos no naufrágio do Costa Concordia, ocorrido na sexta-feira passada em frente à ilha italiana de Giglio, foi suspensa hoje devido aos movimentos contínuos do cruzeiro, o que coloca em risco a vida dos mergulhadores.

Os instrumentos que monitoram constantemente o casco do navio, que está encalhado a cerca de 150 metros do litoral da ilha de Giglio, na Toscana, passaram a revelar contínuos movimentos a partir desta manhã.

A dúvida agora é se isto acontece por causa das correntes marinhas que desestabilizam os pontos de apoio ou pelo movimento dos líquidos internos, pois o mar, ao menos por enquanto, está relativamente calmo.

Nas próximas horas ocorrerá uma reunião entre os encarregados das tarefas de busca - bombeiros, capitania do porto e marinha - para decidir o que será feito.

Além disso, segundo as previsões meteorológicas, é esperada para as próximas horas uma forte ressaca que poderá causar complicações para a estabilidade do navio, já que as correntes podem empurrá-lo rumo ao fundo do mar, uma vez que se encontra a poucos metros de um abismo de 60 metros de profundidade.

A reunião contará com a participação dos técnicos da companhia holandesa Smit Salvage, que será encarregada de esvaziar as cerca de 2.300 toneladas de combustível que ainda há dentro do cruzeiro. Este trabalho, no entanto, só será feito após o fim da busca por desaparecidos.

Devem ser tomadas nesta sexta-feira importantes decisões sobre o risco de o cruzeiro afundar com todo o combustível, já que, segundo as primeiras estimativas, serão necessárias cerca de duas semanas para esvaziá-lo completamente.

Segundo a companhia Costa Cruceros, o naufrágio foi causado por um "erro humano" do capitão, que aproximou o navio a 150 metros do litoral da ilha de Giglio.

Até o momento foram recuperados 11 corpos, entre eles o de um peruano e o de um espanhol. Já entre os desaparecidos há seis italianos, dez alemães, dois franceses, um indiano e uma peruana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança