Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
tera, 19 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Bactéria em verduras causa 14 mortes na Alemanha

30 Mai 2011 - 18h03Por Folha.com

Uma bactéria que se propaga com o consumo de hortaliças cruas já custou a vida de 14 pessoas na Alemanha. As suspeitas recaem sobre os pepinos procedentes da Espanha, que nega ser a origem do foco.

O registro chegava nesta segunda-feira a 14 mortos na Alemanha após a morte de duas pessoas por hemorragias provocadas pela bactéria E.coli enterohemorrágica (Eceh), uma no oeste e outra no norte do país.

O RKI (Instituto Rupert Kock), encarregado do controle sanitário e do combate a doenças na Alemanha, reconhece até o momento três mortes diretamente atribuídas à bactéria. Mas "no total cerca de dez pessoas morreram", segundo informações das autoridades regionais, declarou à imprensa o diretor do centro, Reinhard Burger.

Segundo Burger, há 352 pacientes infectados que apresentam problemas renais severos, conhecidos como SHU (Síndrome Hemolítico-Urêmica), potencialmente mortal. "O número real é provavelmente muito mais alto", advertiu.

Esta contaminação pela Eceh, a maior já registrada na Alemanha e uma das mais graves no mundo, não atingiu seu pico, devido ao espaço de tempo existente entre a incubação e sua manifestação.

Enquanto as autoridades sanitárias buscam a origem do foco de E.coli, seus efeitos atingiram o setor agrícola espanhol após as primeiras declarações que apontavam para os pepinos cultivados na Andaluzia, embora não tenha sido descartado que tenha ocorrido uma contaminação durante o processo de distribuição.

Em reação a esses fatos, a Espanha indicou nesta segunda-feira por meio de sua ministra da Agricultura, Rosa Aguilar, que pedirá "uma resposta" da União Europeia pelos danos provocados pela suspeita lançada sobre os pepinos espanhóis.

"Isso está danificando a imagem da Espanha, está danificando o setor produtor espanhol e o governo espanhol não está disposto a permitir esta situação", declarou a ministra em uma entrevista coletiva à imprensa.

À espera dos resultados das análises que estão sendo realizadas, que, segundo a Espanha, só serão revelados na quarta-feira, a Bélgica proibiu nesta segunda a importação de pepinos espanhóis e a Rússia fez o mesmo com as verduras espanholas e alemãs e ameaçou estender a medida para toda a UE.

Na Áustria, a Agência de Vigilância Sanitária pediu o recolhimento de pepinos, berinjelas e tomates orgânicos de origem espanhola, que eram distribuídos por 33 lojas austríacas.

Casos da síndrome já foram registrados na Áustria, Suécia, Dinamarca, Holanda e Reino Unido. Todos os casos foram relacionados a viagens à Alemanha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - HORÁRIOS E LOCAIS
Confira os locais e horários das provas do Concurso Público em Bonito (MS)
TEMPO E TEMPERATURA
Terça-feira será de sol na maior parte do Estado, mas chuva pode vir à tarde
SAÚDE
Combate a hanseníase: Carreta da Saúde segue por MS e estaciona em Jardim
GERAL
Em MS, 54 mil trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar o PIS a partir de quinta-feira
POLÍCIA
PM cumpre dois mandados de prisão e recaptura um evadido do Sistema Prisional em Guia Lopes
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 35 pacotes de cigarros contrabandeados em Nioaque
BONITO - MS - SAÚDE
Projeto Roda-Hans/Carreta da Saúde atende amanhã em Bonito
GERAL
Municípios interessados em sediar eventos da Fundesporte devem apresentar propostas até 1º de março
DEFESA SANITÁRIA
Em MS, médicos veterinários cadastrados para coleta de mormo recebem capacitação
ESPORTES
FCMS e Fundesporte abrem inscrições para o primeiro curso de Arbitragem em Canoagem do MS