Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
segunda, 24 de junho de 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Aviões brasileiros vão combater tráfico na fronteira com a Bolívia

7 Jul 2011 - 07h45Por Campo Grande News

Aviões brasileiros não tripulados irão combater o tráfico de drogas na fronteira com a Bolívia. O monitoramento começará pelo espaço aéreo boliviano a partir de setembro.

De acordo com o site Diário Online, o objetivo é que as aeronaves ajudem no combate ao tráfico de cocaína na fronteira da Bolívia com o Brasil, Peru e Paraguai, conforme informou ontem, o vice-ministro da Defesa Social e Substâncias Controladas da Bolívia, Felipe Cáceres.

O vice-ministro disse que a luta será fortalecida em pontos fronteiriços como Corumbá-Puerto Suárez; Cáceres-San Matías; Guajará-Mirim-Guayaramerín e Epitaciolândia-Cobija. Os aviões serão controlados por militares da Força Aérea Boliviana, conhecidos como "diabos vermelhos".

No mês de março deste ano, o ministro da Justiça do Brasil, José Eduardo Cardozo, e o ministro de Governo da Bolívia, Sacha Llorenti, assinaram um acordo de cooperação entre os dois países. Na oportunidade, autoridades locais puderam expor aos ministros, de forma resumida, a situação fronteiriça.

 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO DA MÚSICA
Marilia Mendonça recorda foto de antes da fama com Cristiano Araújo: 'Saudade'
BODOQUENA - MS - SOLIDARIEDADE
BODOQUENA: Em fase difícil da vida, pedagoga desapega e doa cabelo para quem luta contra o câncer
EM CIDADE DO MS
Pilar de concreto que sustentava rede cai e mata menina de 4 anos em MS
NOVELA DA GLOBO
A Dona do Pedaço: Maria da Paz é humilhada por Vivi Guedes e Régis se aproveita de situação
EM MS
Bombeiros retiram Saveiro que caiu nas águas de rio em MS
OPORTUNIDADE NO MS
Concurso e processos seletivos oferecem 728 vagas no Estado do MS
BONITO - MS - PEDALADA DE SÃO PEDRO
Inscrições para 'pedalada' da 91ª Festa de São Pedro estão abertas em Bonito (MS)
BONITO - MS - EMPOSSADA
Prefeito dá posse a nova farmacêutica bioquímica concursada em Bonito (MS)
LUTO NO JORNALISMO
Após oito dias internada, aos 23 anos, jornalista de Campo Grande morre em São Paulo
CAMPO GRANDE - MS - LGBTQ
Boate dominada por lésbicas tem drink de 2 litros e criações como 'Sapatônica' em Campo Grande