Menu
KAGIVA
quarta, 15 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
MARIA QUITÉRIA

Ator de MS vence prêmio em festival de Teatro no Rio de Janeiro

19 Ago 2011 - 16h14Por Campo Grande News

Mais conhecido do público local como a personagem Maria Quitéria, o sul-mato-grossense Arce Correia foi premiado, ontem à noite, em sua versão original, como o melhor ator do 18º Festival de Teatro do Rio de Janeiro.

A premiação foi pelo espetáculo solo “Apareceu a Margarida”, produzido pelo Teatral Grupo de Risco, de Campo Grande, do qual Arce faz parte há 10 anos. Hoje, ele está morando em São Paulo.

O festival também concedeu um prêmio especial ao dramaturgo Roberto Athayde, autor da peça. O texto é um sucesso da década 1970, já encenado por atores como Marília Pera, e com montagem em diversos países. A direção é do baiano João Lima.

A montagem, apresentada primeiro em Campo Grande, foi ideia de Arce, que é nascido em Camapuã. Bailarino, ator, diretor e figura carimbada em boates, festas particulares e outros eventos públicos com a cômica Maria Quitéria, ele assistiu a peça pela primeira vez aqui. Foi nela que apareceu pela primeira vez nos palcos de teatro atuando sozinho, com a professora Margarida, após inúmeros espetáculos com o Teatro Grupo de Risco.

A personagem Dona Margarida é traduzida como uma professora que começa muito docemente a dar uma aula de biologia e, no decorrer do percurso, altera seu comportamento abruptamente, “indo da doçura maternal, sedução e lascívia ao ápice da crueldade e violência psicológica". Torna-se ditadora e opressora e, por fim, acaba por se estabelecer como o poder supremo e inquestionável diante dos alunos. Fica óbvia a referência ao período da ditadura militar, no qual a peça foi escrita.

O espetáculo estreou em Campo Grande. Depois, foi para o interior e ganhou oustros estados. Seguiu para Brasília e foi parar entre os apresentados no Festival de Teatro do Rio de Janeiro.

A apresentação foi no dia 13 de agosto e ontem ocorreu a premiação, anunciada pela criatura Maria Quitéria em sua página no Facebook, com uma homenagem ao seu criador.

O festival-O Festival de Teatro do Rio, promovido pelo Centro Cultural Veiga de Almeida, homenageou este ano o ator Pedro Paulo Rangel, que com 43 anos de carreira e passagens em diversas novelas, séries, filmes e espetáculos, acumula prêmios importantes em sua história profissional.

O evento é o mais antigo e ininterrupto festival de teatro realizado na capital fluminense, com a tradição de premiar novos grupos e atores de todo o País. As montagens são avaliadas por um júri oficial e pelo voto popular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIDROLÂNDIA E MARACAJU
Com tecnologia de R$ 70 mil, produtor usa lavoura para apoiar Bolsonaro em Mato Grosso do Sul
BONITO - MS - MAIS ASFALTO EM RUAS
Asfalto está chegando na Rua das Esmeraldas, ela não estava incluída no projeto original em Bonito
MIRANDA - MS - INVESTIMENTOS DO GOVERNO DO MS
Governo do MS investe R$ 1,9 milhão na recuperação de ruas que estavam abandonadas em Miranda (MS)
BONITO - MS - LEVANTAMENTO DO FESTIVAL DE INV
BONITO (MS): Em levantamento, 84% do público que passou pelo Festival de Inverno eram do MS
CIDADES
Curso para Disseminadores da Educação Fiscal está com inscrições abertas
CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO ESTADO
Divulgado resultado final de Programa que concede recursos para eventos técnico-científicos em MS
BONITO - MS - ATENÇÃO A TODOS
Decreto proíbe entulho de construção em ruas e calçadas em Bonito (MS)
FATALIDADE
Pecuarista de 78 anos morre pisoteado por boi em curral
REFLEXOS INDESEJADOS
Quase metade dos presos de MS são ligados ao tráfico
50%
Caixa oferta 158 imóveis com descontos para venda no Estado