Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 19 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Astrônomos confirmam nova nebulosa descoberta por amador

27 Jul 2011 - 14h35Por Folha.com

O austríaco Matthias Kronberger provavelmente está sorrindo de orelha a orelha. Na segunda-feira, uma nebulosa indicada por ele foi oficialmente reconhecida como a mais nova do espaço durante um simpósio sobre astronomia em Tenerife, na Espanha.

Chamada de Kronberger 61, ou simplesmente K 61, a nebulosa pode colaborar com o estudo dessas antigas estruturas que são criadas nos estágios finais da morte de estrelas.

A descoberta ocorreu durante uma revisão de dados que foram coletados pelo SDSS (SDSS (Sloan Digital Sky Survey), um projeto de observação das galáxias que envolve o telescópio espacial Kepler --o equipamento entrou em o operação em 2009.

Até o momento, os astrônomos já identificaram mais de 3.000 nebulosas na Via Láctea. No caso do K 61, ele está na constelação do Cisne, no hemisfério celestial norte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%