Menu
KAGIVA
quinta, 16 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Aplicativo diz o quão movimentado está um bar

5 Jul 2011 - 10h13Por Estadão.com

Um aplicativo de celular prestes a ser lançado no mercado almeja aumentar a possibilidade de se encontrar um membro do sexo oposto em bares, utilizando tecnologia de reconhecimento facial para contar quantos homens e mulheres estão no local.

O aplicativo da norte-americana Scene Tap também mostra quão cheio está um bar, registrando o número de pessoas dentro dele. Ele usa câmeras instaladas nas portas de bares participantes que distinguem homens de mulheres e sua idade aproximada.

Até o momento, cerca de 200 bares nos Estados Unidos se inscreveram para participar do projeto em antecipação ao seu lançamento, dos quais 50 ficam em Chicago, sede da Scene Tap.

O presidente-executivo da empresa, Cole Harper, disse à revista Forbes que o software de reconhecimento facial não pode ser conectado com o Facebook e nem detectar a identidade das pessoas, e certamente não consegue registrar o quanto as pessoas estão bebendo.

Harper, de 27 anos, e seu sócio tiveram a ideia para o aplicativo enquanto “procuravam um bar, gastavam muito dinheiro em taxis, chegavam a algum lugar e não se divertiam” em Chicago.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais
SAÚDE
CFM lança código de ética para estudantes de medicina
ECONOMIA
Empresários brasileiros buscam ampliar parcerias com o Paraguai