Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 15 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Anvisa quer reduzir quantidade de iodo no sal

20 Jul 2011 - 14h16Por Folha.com

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está propondo uma redução da quantidade de iodo no sal vendido no país. Dos 20 mg a 60 mg de iodo por quilo de sal exigido hoje, os limites passariam a ser de 15 mg a 45 mg de iodo por quilo de sal.

A proposta da agência ficará em consulta pública por dois meses.

A adição de iodo ao sal é exigida pela Vigilância Sanitária para evitar problemas relacionados à falta do nutriente no corpo, como retardo mental grave, anomalias congênitas e bócio.

Mas, segundo a Anvisa, o excesso de consumo de iodo pode causar problemas na glândula tireoide, como a tireoidite de Hashimoto. A doença autoimune causa uma inflamação da glândula e leva a fadiga crônica, cansaço e ganho de peso.

A agência está recebendo sugestões à proposta colocada em consulta pública por meio do site http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=6545.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DA PMA
PMA apreende rede e anzóis de galho nos rios Miranda e da Prata
RIO MIRANDA EM BONITO - MS
Em BONITO, Rio Miranda atinge nível de emergência e Imasul emite alerta a ribeirinhos
PRIMEIRO PESQUISA DO 2º TURNO
Pesquisa do 2º turno para governador do MS indica Reinaldo com 54%, veja números
BONITO - MS - E MAIS 56 CIDADES
BONITO e mais 56 cidades do MS em sinal de alerta para mais tempestades
EM CIDADE DO MS
Rapaz morre afogado enquanto nadava em lago de represa em cidade do MS
ELEIÇÕES 2018 - AÇÃO NA FRONTEIRA
Bolsonaro planeja implantar trabalho do DOF nas demais fronteiras do Brasil
BRASILEIRA EXECUTADA
Brasileira dona de escritório contábil é executada com 9 tiros de pistola na fronteira com MS
A FAZENDA 10 - ELIMINAÇÃO
Ana Paula Renault é eliminada de A Fazenda 10, VEJA COMO FOI
ROTA 262 - CORUMBÁ - MS
Rumo a Corumbá: 262 é rota da chipa, jacaré pego à unha e a doce prosa
BALANÇO DOS ACIDENTES
Dez crianças morreram e 37 ficaram inválidas após acidentes em MS neste ano