Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 24 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Anvisa decide proibição da mefedrona nesta terça-feira

2 Ago 2011 - 11h15Por Folha.com

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai julgar nesta terça-feira um pedido feito pela Polícia Federal para declarar como proscritas a venda e a entrada da mefedrona no país.

Isso significa que, se entrar na lista de proscritos, a substância vai ser tratada como uma droga de uso ilícito, assim como a cocaína e a maconha, de acordo com a Vigilância Sanitária.

Conhecida popularmente como miau-miau, a mefedrona é um fertilizante para plantas. Usada como estimulante, seus efeitos são similares ao do ecstasy ou da cocaína e, como estas substâncias, se adquire tanto em pó como em pílulas.

Em dezembro do ano passado, a União Europeia aprovou a proibição da substância.

Segundo um estudo do centro de referência europeu sobre a droga que a Comissão Europeia (órgão executivo da UE) menciona, a mefedrona "causa dependência e seu consumo pode derivar em problemas graves de saúde".

A reunião da Diretoria Colegiada da Anvisa acontece amanhã, às 17h.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DA PMA - RIO MIRANDA
No Rio Miranda, PMA autua pescador por pesca ilegal, apreende pescado e um pescador foge
BONITO - MS - EM ALERTA
Em Bonito e todo o MS, Defesa Civil emite alerta para mais riscos de tempestades
NOVA PESQUISA - GOVERNO DO MS
Azambuja mantém liderança no 2º turno em nova pesquisa divulga hoje terça 23 de outubro
POLÍTICA - DEPOIMENTO
VÍDEO: seção judiciária chefiada por Odilon foi investigada por venda de armas apreendidas
BONITO - MS
Campanha reúne fundos para conserto da Van da Pestalozzi em Bonito
A FAZENDA 10 - CLIMA QUENTE
A Fazenda 10: Nadja e Gabi trocam farpas, modelo se revolta quebra prato e confusão toma conta
RETA FINAL - NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Karola pode morrer no final de Segundo Sol; saiba mais
BONITO - MS - BEACH TENNIS
Bonitenses fazem bonito e campeões são definidos na 4ª etapa do estadual de Beach Tennis
TELEFONIA
STF julga inconstitucional lei de MS que proíbe tempo para uso de crédito de celular
POLÍTICA
Deputados analisam veto sobre recorrer de multa pela internet