Menu
KAGIVA
domingo, 21 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

André autoriza pagamento de R$ 8 milhões em projetos de pesquisa nos 60 anos do CNPQ

12 Ago 2011 - 15h30Por Portal MS

Campo Grande recebeu nesta sexta-feira (12) dirigentes de instituições públicas e privadas de pesquisa para a conferência regional comemorativa dos 60 anos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. Durante a solenidade de abertura, na Embrapa Gado de Corte, o governador André Puccinelli assinou, com o diretor-presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), Marcelo Turine, e o secretário executivo da Rede Pró Centro-Oeste, Rui de Araújo Caldas, autorização de pagamento no total de R$ 8 milhões para projetos de pesquisa na linha de biodiversidade.

Estão sendo beneficiados vinte projetos já aprovados pelo CNPq e pela Fundect, que terão início a partir do próximo mês. Conforme Marcelo Turine, os recursos são conjuntos do Governo Federal, CNPq e Governo Estadual, para serem aplicados em três anos em Mato Grosso do Sul. O objetivo é o de fortalecer e consolidar a formação de recursos humanos e a produção de conhecimentos científicos, tecnológicos e de inovação, bem como fortalecer o desenvolvimento sustentável da região Centro-Oeste, com vistas ao uso sustentável dos recursos naturais.

A celebração do aniversário do CNPq reuniu na Capital representantes do Ministério da Ciência e Tecnologia, fundações de amparo à pesquisa, ciência e inovação dos Estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, universidades, e instituições parceiras – Sebrae, Prefeitura de Campo Grande, Senai, Federação das Indústrias, as três unidades da Embrapa, e Associação Brasileira de Pecuária Orgânica/Pantanal. Ana Lúcia Assad representou o presidente do CNPq, Glaucius Oliva, e destacou o crescimento da atuação do Conselho, que começou no início da década de 1950 “voltado ao apoio de uma mínima comunidade científica que existia”. Com a abrangência hoje, ela frisou, são inúmeros os incentivos concedidos para contribuir com o desenvolvimento tecnológico e os estudos em diversas áreas.

O governador André Puccinelli lembrou que conhecimento é sinônimo de poder, e disse que por isso é preciso sempre avançar na busca do conhecimento, especialmente em áreas como saúde e educação, que resultem no objetivo final da melhoria da qualidade de vida do homem. “Temos incentivado sempre e articulado para auferir e repassar conhecimentos novos”, assegurou. Para o governador, a pesquisa, ciência e tecnologia avançaram muito nos últimos dois milênios, mas agora é preciso voltar os conhecimentos para iniciativas que recuperem situações criadas pelo próprio homem e promover o planejamento de um crescimento sustentável.

Ronaldo Mota, secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia, afirmou que Mato Grosso do Sul se insere hoje em uma terceira face do Brasil (as outras são a de fragilidade e desafios; e a de potencialidades e sucesso), porque representa no contexto do Centro-Oeste uma real possibilidade que o País tem de desenvolvimento que seja efetivamente sustentável. “Que tenha uma visão ambiental, de harmonia, que consiga a partir da sua rica biodiversidade explorar no sentido de garantir que esse desenvolvimento tenha prazo de uma grande validade”, afirmou.

Para o representante do Ministério, não há dúvida de que o Brasil vai continuar crescendo nos próximos anos, mesmo com a crise mundial em curso, e a questão é saber se esse crescimento é de fato sustentável. “É uma pergunta que apresenta vários aspectos e abordagens, mas o Centro-Oeste, e em particular o Mato Grosso do Sul, têm parte dessas boas respostas”, disse Mota.

O aniversário do CNPq teve ainda homenagens aos profissionais da entidade e do MCT que colaboraram com a gestão dos programas e ações de cooperação institucional da Fundect no Estado de Mato Grosso do Sul.

Em mensagem aos participantes da conferência, o secretário Carlos Alberto Menezes (Meio Ambiente, Planejamento, Ciência e Tecnologia), que não pôde estar presente, parabenizou a comunidade científica e o CNPq, “em especial pela parceria que tem mantido com o Governo de Mato Grosso do Sul”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo de Reinaldo Azambuja interliga por estradas o Pantanal secularmente isolado
IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS