Menu
ITALÍNEA DOURADOS
domingo, 19 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Alas dos PT lideradas por Pedro Kemp e Vander Loubet se articulam para 2012 e 2014

11 Jul 2011 - 12h33Por Midiamax - Eduardo Penedo

As alas do Partido dos Trabalhadores começaram a se articular para disputar as eleições de 2012 (vereadores e prefeitos) e 2014 (governador, deputados e senadores) e já definiram que farão de tudo para que não tenha prévias e o consenso impere na sigla. Hoje (8), as alas Articulação de Esquerda- sob a batuta de Pedro Kemp e a Construindo um Novo Brasil (CNB)-que está na tutela de Vander Loubet se reuniram em lugares distintos, mas com o mesmo propósito fortalecer o partido e discutir como as alas podem ajudar o PT nas eleições.

Do grupo Articulação de Esquerda o palco para a reunião foi em um hotel localizado na Rua Allan Kardec, região central da Capital. Lá foram discutidos como a ala pode ajudar a sigla nas eleições de 2012-14. “Nos nos reunimos para discutir como a Articulação de Esquerda pode se organizar para ajudar o PT nas eleições com candidatos. Nos estamos apostando para que não haja prévias e o  consenso para fortalecermos ainda mais o partido”,explica o petista.

Já da ala CNB que se reuniu em um Buffet localizado na Rua Barão de Melaço, região central da capital, o discurso também foi em torno da coesão e do fortalecimento do partido sem prévia. O deputado Vander Loubet (PT) explicou que a CNB resolveu fazer essa reunião para discutir as conjunturas políticas e avaliar o PT da presidenta Dilma Roussef nesses seis meses. “Estamos discutindo as políticas que poderão ser implementada no plano de governo. Vamos buscar a coesão em um nome só para a prefeitura de Campo Grande e continuar mantendo diálogo para fortalecer ainda mais o PT em Mato Grosso do Sul”, comenta.

Nas duas reuniões representantes do PT no Estado estiveram presentes e terão o dever de passar as discussões para os filiados das respectivas alas da sigla e tentar manter a coesão e o diálogo.

Representantes da CBN nacional participaram da reunião e de mesas redondas para fazer uma analise de conjuntura nacional e estadual, saber as perspectivas e desafios das eleições do ano que vem, além de discutir a organização da CNB.

O membro da Comissão Nacional de Ética do PT nacional, Wagner Lacerda, explica que mesmo o PT em Mato Grosso do Sul não repetir a coligação que o PT tem nacionalmente a sigla tem que se fortalecer fazendo alianças fortes e que ajudem a sigla nas eleições. “O PT em MS é forte e depende muito da unidade partidária para conseguir ganhar as eleições”, argumenta.

O outro membro da CNB, João Batista, comenta que as previas é um meio que o PT achou para praticar a democracia na sigla, mas em último caso seria as prévias. “Nos vamos reformular o nosso estatuto, mas as previas permanecerão , mas sempre buscando o consenso”, finaliza.

Quatro alas do PT se destacam em Mato Grosso do Sul são elas a Articulação de Esquerda, CNB, Movimento PT- comandada pelo senador Delcídio do Amaral e Democracia Socialista que está sob a tutela do ex-deputado João Grandão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - ACIDENTE FATAL
Acidente mata motociclista que tentava atravessar rodovia em Dourados
FAMOSIDADE - "SUSPIROS" DOS FÃS
Sem calcinha, Juju Salimeni compartilha foto ousada
MUNDO DOS FAMOSOS - NO AR -
Gusttavo Lima passa perrengue em vôo para Nova Iorque
OPORTUNIDADES NO MS
Governo de MS tem quatro concursos com 2,3 mil cargos ainda em 2018
NOVA FRENTE FRIA - VEJA A PREVISÃO
Nova frente fria chega a Mato Grosso do Sul e mínima será de 6ºC
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias em Costa Rica
INELEGÍVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo