Menu
KAGIVA
segunda, 22 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Agente que matou policial militar é transferido para carceragem da PF

13 Mai 2011 - 07h40Por Campo Grande News

Recebeu alta nesta tarde desta quinta-feira do Hospital Santa Rita, em Dourados, o agente da Polícia Federal Leonardo Pacheco, 38 anos, ferido no abdome e no braço, no domingo passado, durante tiroteio em que ele matou o policial militar Sandro Morel, de 36 anos, e feriu o também policial militar José Pereira.

Leonardo, conforme o **Campo Grande News* apurou, foi transferido para a carceragem da Polícia Federal em Dourados.

O tiroteio foi no apartamento dele. O policial havia marcado um encontro, pela internet, com a guarda municipal Zilda Ramirez, de 44 anos, que ele acreditava ser garota de programa.

Zilda, por sua vez, pensava que o agente fosse um traficante, profissão citada por ele na conversa virtual. Diante disso, ela acionou dois policiais militares do serviço de inteligência da PM, que tentaram dar voz de prisão a Leonardo. Ele reagiu com disparos.

Leonardo Pacheco foi indiciado por homicídio e tentativa de homicídio. O depoimento dele à Polícia Civil deve ser tomado no início da próxima semana, segundo o advogado dele, Felipe Cazuo.

O advogado entrou com pedido de relaxamento da prisão em flagrante e aguarda a decisão da Justiça. O MPE (Ministério Público Estadual) manifestou-se favoravelmente à concessão da liberdade provisória, com restrições.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEM CHUVA E FRENTE FRIA DO SUL
Frente fria vinda do sul do país promete chuva e alívio no calorão de MS
BONITO - MS - EMPOSSADO
No gabinete, Odilson dá posse ao novo diretor de Cadastro e Tributação em Bonito (MS)
MORTE DURANTE ASSALTO
Jovem é morta na frente das filhas durante assalto
GERAL
Mães que não fazem pré-natal podem ser denunciadas
BONITO - MS
Certificado inclui Bonito no Mapa do Turismo Brasileiro
PESQUISA 2º TURNO - GOVERNADOR
Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
EMPREGOS
MS tem mais de 2 mil vagas em concursos e salários de até R$ 11 mil
CIDADES
Discussão por xenofobia termina com baiano esfaqueado em MS
CINEMA
Com crítica política, animação brasileira é destaque em festival
GERAL
Para presidente da CBL, falta de leitura favorece notícias falsas