Menu
mutantes
quinta, 21 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Agências de turismo apostam em pacotes de compras no exterior

27 Jun 2011 - 08h03Por Agência Estado

É cada vez mais comum em centros de compras dos Estados Unidos a presença de cartazes avisando que vendedores falam português. O tráfego de brasileiros nos outlets e magazines no exterior cresceu tanto que o turista local é tratado como realeza no comércio. Percebendo essa tendência, as agências de turismo se preparam para atender especificamente às demandas da clientela: criaram pacotes em que passeios e atrações são praticamente ignorados em favor das liquidações e descontos.

De olho no aumento do poder de compra do consumidor brasileiro, a CVC já oferece dois destinos exclusivos para compras: Miami, nos EUA, e Buenos Aires, na Argentina. Em Nova York a empresa montou um pacote em que a visita ao outlet Woodbury, a uma hora e meia de ônibus de Manhattan, divide a lista de passeios com o Empire State Building e a Estátua da Liberdade. Agências ao redor do país oferecem o pacote para a Black Friday, durante o feriado de Ação de Graças, em novembro - tradicional período de descontos do varejo americano.

Todas as semanas, a CVC leva 15 passageiros por semana para Miami no pacote dedicado às compras, vendido a 1.588 reais. Segundo Valter Patriani, presidente da operadora de turismo, boa parte da demanda pelos descontos está disfarçada nas viagens de lazer. "Se fosse contabilizar mais corretamente, diria que pelo menos duzentas pessoas viajam semanalmente tendo as compras como objetivo principal", afirma o executivo. A empresa levou 500 mil turistas brasileiros ao exterior em 2010, e prevê uma alta de 10% para este ano.

Com o real valorizado, aumentou a percepção da diferença entre os preços praticados no Brasil e no exterior. Além do fator cambial, outro elemento econômico ajuda a evidenciar a vantagem da compra de determinados produtos fora do País: a carga tributária. Os perfumes importados pagam tributos de 78% no mercado nacional, de acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). Outros itens prioritários na lista dos viajantes, como bebidas alcoólicas e relógios, têm carga tributária da ordem de 60%. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança