Menu
sexta, 24 de janeiro de 2020
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
BONITO - MS - AEROPORTO

Aeroporto vai suspender pousos e decolagens em Bonito (MS)

A reforma será coordenada pela Seinfra, que também é responsável pela administração, operacionalização, manutenção e exploração comercial

5 Abr 2019 - 11h29Por Boni/Assessoria de Comunicação

O Aeroporto Regional de Bonito vai suspender as operações de pouso e decolagem de aeronaves durante um mês - do dia 1º ao dia 31 de maio - para execução das obras de recuperação e recapeamento da pista de pousos e decolagens pelo governo estadual.

A reforma será coordenada pela Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura), que também é responsável pela administração, operacionalização, manutenção e exploração comercial.

O governo do Estado passou a administrar o aeroporto em junho de 2017, após rescisão do contrato com a Empresa Dix Empreedimentos Ltda, que administrava o local desde 2007.

Os trabalhos de reforma serão executados pela Paviservice Serviços de Pavimentação e abrangerão a reforma da pista de pouso, da pista de táxi e do pátio para estacionamento de aeronaves do terminal.

Serão revitalizados 2 quilômetros da pista do aeroporto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

QUE COISA
Homem destrói Jeep de R$ 110 mil um dia após comprar carro em MS
MORTE A ESCLARECER
Homem é encontrado boiando no Rio Miranda em Jardim
TODO CUIDADO É POUCO
Escorpião sai de sacola de brinquedo e pica menina de três anos
CRIME CRUEL
Dona de casa e adolescente mataram e enterraram menina de 13 anos
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Pai e filha, moradores de Dourados, morrem em acidente no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Ação do governo reduz níveis de turvamento das águas dos rios após chuvas em Bonito e região
ESTUPRO
Construtor estupra enteada de 12 anos após trancar esposa em cômodo de casa
PEDOFILIA
Polícia prende pedófilo após pai se passar pela criança em conversa no WhatsApp
PRESO
Suspeito de matar homem esfaqueado no pescoço é preso em Dourados
Júri
Acusado de matar com 15 facadas é condenado a 1 ano de prisão e multa