Menu
KAGIVA
quarta, 12 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Advogado de Bonito aponta contradições e diz que Midiamax não pode difundir mentiras

O advogado do prefeito municipal de Bonito, José Anezi de Oliveira, contestou nesta terça-feira (28) a notícia veiculada pelo jornal online Midiamax no dia 17 deste ..

29 Jun 2011 - 11h16Por Boni Miranda - Bonito Informa

  O advogado do prefeito municipal de Bonito, José Anezi de Oliveira, contestou nesta terça-feira (28) a notícia veiculada pelo jornal online Midiamax no dia 17 deste mês com o título: Grupo move ação contra prefeito de Bonito e pede indenização de R$ 86,6 mil.

Em viagem por ocasião da publicação, Anezi tomou conhecimento da matéria no início desta semana. “Já não causa surpresa, e sim estranheza o fácil acesso que as pessoas citadas como fontes têm àquele veículo de informação, onde tornam públicas as suas demandas de natureza notoriamente política”, afirmou.

“É uma sintonia curiosa”, afirma o advogado José Anezi, “é só o jornal online citado publicar uma reportagem - sempre com base em informações das mesmas pessoas, do advogado Luiz Manzione e do comerciante João Ricardo, que o mesmo grupo transforma o acontecimento em fato político, no mesmo instante”, avalia, concluindo: “Suponho que eles, de alguma maneira, plantam a notícia e em seguida a usam para tentar obter proveito disso”.

De acordo com o advogado é fundamental, no entanto, que o jornalismo mesmo quando engajado seja pautado por informações verdadeiras, “principalmente quando se trata de veículos de mídia de grande expressão no Estado”.

“Nós vivemos num país democrático, onde a liberdade de imprensa e a liberdade de expressão são garantidas por lei - mas elas devem ser respeitadas na mesma medida que o direito que o cidadão tem de ter acesso à informação verdadeira. É exatamente isso o que não acontece com a matéria veiculada no dia 17, pelo Midiamax”, afirma o advogado, que acusa as fontes da notícia de faltarem com a verdade e o jornal de não checar a veracidade das informações que veicula, fazendo - mesmo que involuntariamente - o jogo político desse segmento.

Na notícia publicada o jornal eletrônico Midiamax afirma que um comerciante, um servidor público e dois trabalhadores autônomos moveram uma ação indenizatória por dano moral contra o prefeito de Bonito José Arthur Soares Figueiredo. A notícia afirma ainda que tais pessoas teriam sido réus em um processo por injúria e difamação movido pelo prefeito - o qual teria sido arquivado. Já o prefeito, teria movido a ação por acreditar que estas estariam comandando uma campanha difamatória, por meio de publicação e distribuição de panfletos em Bonito.

É preciso apontar as inverdades, uma a uma, diz Anezi, “a começar pelo fato de que ação supostamente movida pelo prefeito e que, segundo a notícia teria sido arquivada, nunca existiu”.

Nesse sentido o advogado esclarece que por ocasião do surgimento e da circulação do material gráfico (panfletos apócrifos) contendo calúnias contra o prefeito este, mediante procuração, limitou-se a registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

“Foi no decorrer das investigações, sob responsabilidade da Polícia Civil - que apurou indícios da participação do comerciante João Ricardo na distribuição do material difamatório, inclusive junto á testemunhas - é que foi realizada a apreensão dos computadores e de documentos das pessoas investigadas”, garante Anezi - apontando aí uma segunda e grave inverdade nas informações da matéria publicada pelo Midiamax.

“Ao contrário do que foi publicado na reportagem do jornal Midiamax, a apreensão dos computadores estava autorizada pelo Mandado Cautelar de Busca e Apreensão n. 028.11.000551-9, emitido pelo Judiciário local” garante, colocando á disposição do jornal e demais interessados cópias do documento para dirimir quaisquer dúvidas.

 “É incoerente, uma temeridade, mover uma ação com base em um inquérito policial cujas investigações sequer foram concluídas, encontrando-se em curso”, questiona. Nesse sentido o advogado do prefeito lembra que com relação aos computadores apreendidos o próprio delegado da Polícia Civil de Bonito, Roberto Gurgel Filho, informou que foram enviados para perícia no laboratório de criminalística, na capital do Estado, e que não existem até o momento quaisquer resultados ou mesmo prazo para a conclusão dos trabalhos.

“O que queremos, inicialmente, é alertar para o fato de que estamos atentos á existência de determinados padrões nas notícias veiculadas, um deles é a utilização - pelas mesmas fontes de sempre - de qualquer artifício, incluindo mentiras, para atingir seus objetivos. Outro padrão visível, infelizmente, é a aceitação passiva pelo Midiamax das informações prestadas por essas fontes”, concluiu o advogado.

 

O advogado do prefeito municipal de Bonito, José Anezi de Oliveira, contestou nesta terça-feira (28) a notícia veiculada pelo jornal online Midiamax no dia 17 deste mês com o título: Grupo move ação contra prefeito de Bonito e pede indenização de R$ 86,6 mil.

 

Em viagem por ocasião da publicação, Anezi tomou conhecimento da matéria no início desta semana. “Já não causa surpresa, e sim estranheza o fácil acesso que as pessoas citadas como fontes têm àquele veículo de informação, onde tornam públicam as suas demandas, de natureza notoriamente política”, afirmou.

 

“É uma sintonia curiosa”, afirma o advogado José Anezi, “é só o jornal online citado publicar uma reportagem - sempre com base em informações das mesmas pessoas, do advogado Luiz Manzione e do comerciante João Ricardo, que o mesmo grupo transforma o acontecimento em fato político – no mesmo instante”, avalia, concluindo: “Suponho que eles, de alguma maneira, plantam a notícia e em seguida a usam para tentar obter proveito disso”.

 

De acordo com o advogado é fundamental, no entanto, que o jornalismo mesmo quando engajado seja pautado por informações verdadeiras, “principalmente quando se trata de veículos de mídia de grande expressão no Estado”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÊ ACREDITA - E NÃO É FAKE
Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase R$ 100 mil reais
BONITO - MS - MAIS MELHORIAS
Vereadores entregam reivindicações ao governador Reinaldo durante entrega de obras em Bonito (MS)
BONITO - MS - POPULAÇÃO NA RUA
População clama pela preservação dos rios em Bonito (MS)
LOTERIA
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
BONITO E JARDIM
Ações de preservação de rios tem custo estimado em R$ 10 milhões
CIDADES
Investigação em MS leva a prisão de grupo no RS que aplicava golpes do seguro
SAÚDE
De 115 vagas para o Mais Médicos em MS, 35 foram preenchidas; 20 cubanos inscreveram-se para ficar
CIDADES
Jovem leva agulhada na nuca enquanto esperava em fila de evento e suspeito é homem portador de HIV e
TEMPO E TEMPERATURA
Umidade do ar pode chegar a 30% nesta quarta-feira em MS
BONITO - MS - CONCURSO PÚBLICO
Prefeitura anuncia Concurso Público visando o preenchimento de cargos em Bonito (MS)
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Fátima do Sul/MS
(67) 99638-6610 rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.