Menu
mutantes
quinta, 21 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Capital

Adolescente morta em frente de boate foi ferida quando pegava carona

O crime aconteceu por volta das 3h40 de hoje. A jovem estava na companhia de outras duas meninas, quando foi alvejada por um disparo

16 Nov 2011 - 14h20Por campograndenews

Foi identificada como sendo Leyciane Ribeiro Dias, 17 anos, a jovem morta em frente a uma boate no bairro Coophavilla 2, em Campo Grande. O corpo foi identificado pela mãe da vítima na manhã desta terça-feira.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 3h40 de hoje. A jovem estava na companhia de outras duas meninas, todas adolescentes. As três aceitaram corona de dois rapazes que estavam em um Gol branco.

Conforme a polícia, no momento em que o veículo deixava a boate, conhecida como Chácara Maresia, homens em motos passaram em frente do local e atiraram.

A adolescente foi atingida no braço esquerdo, porém a bala transfixou o tórax da jovem. Nenhum dos outros ocupantes do veículo foi atingido.

Ao perceberem que a jovem havia sido atingido, o condutor do Gol seguiu para o posto de saúde do bairro Aero Rancho. Porém, a adolescente já chegou morta ao local.

Como a jovem não possuía documentos, o corpo teve que ser encaminhado para o IMOL (Instituo Médico e Odontológico Legal), sendo só identificado na manhã de hoje. A polícia ainda não tem um suspeito para o crime. O crime será investigado pelo 6º Distrito Policial.

Boate – Moradores relataram a reportagem do Campo Grande News que as festas na boate acontecem todas às terças-feiras, após a feira que é realizada no bairro.

Segundo os moradores, o local é frenquentado, principalmente, por adolescentes. “Ali só tem pornografia. A gente tem filho pequeno e eles têm que escutar essas músicas pornográficas”, reclamou a cabeleireira Fátima Maria Dias, 41 anos, que mora ao lado da boate.

De acordo ela, no local sempre acontece confusaõ e briga. “ Há um 15 dias escutei tiros lá na frente. Aqui sempre tem briga”, relatou.

A dona de casa Shirla Goes, 42 anos, disse que quando acontecem às festas na boate ninguém consegue dormir na residência. “O som é muito alto. Minha cama chega balançar por conta do barulho. A polícia vai ali direto por causa das brigas”.

A área onde funciona a boate é do proprietário de uma empresa de frios, que funciona nos fundos do local. O proprietário, que não quis se identificar, disse que aluga o espaço para a realização de festas 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança