Menu
KAGIVA
sbado, 20 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
MS - Trânsito

A partir de amanhã, multa de R$ 191 será incentivo para respeitar pedestres

Motorista que invadir faixa também ganha 7 pontos na CNH

30 Nov 2011 - 15h00Por Aline dos Santos/Campograndenews

Sete pontos na carteira e multa de R$ 191,54. Com esses “incentivos” a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) vai lembrar aos condutores do dever de respeitar a faixa de pedestre.

Hoje, último dia da campanha educativa “Pedestre, Eu Cuido”, a reportagem do Campo Grande News acompanhou o trabalho da policia de trânsito na avenida Afonso Pena, em frente à Morada dos Baís. Sem semáforo, a faixa do pedestre está bem visível, mas é ignorada no dia a dia.

“Quando não tem policial é difícil atravessar”, conta a atendente Daise Sena, de 27 anos, que passa quatro vezes ao dia pelo local. “Às vezes um carro para, mas o do lado não”, relata a jovem sobre a dura vida do pedestre em Campo Grande.

Já acostumados a “enfrentar” os veículos, as pessoas caminham de forma acelerada, com direito a corridinha, mesmo com um policial paralisando o trânsito para garantir a passagem em segurança. “Só passo na faixa e só ando na calçada”, afirma a vendedora autônoma Gertrudes Batista da Costa, de 59 anos.

A campanha educativa, em que os motoristas não são multados, teve início em 10 de novembro. “Foram 20 dias para alertar sobre a preferência do pedestre”, salienta o capitão Gester Ostemberg. Ele enfatiza que o trânsito também tem regras para os que estão a pé.

“Tem que respeitar o semáforo e, nos locais sinalizados, atravessar somente na faixa”, afirma. A orientação é que a pessoa sinalize com a mão a intenção de fazer a travessia da rua.

O CTB (Código de Trânsito Brasileiro) resguarda a segurança do pedestre. “Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica”.

A legislação frisa que o motorista tem que esperar a pessoa concluir a travessia da rua mesmo quando o sinal verde abre. Onde não há sinalização, a preferência é do pedestre. Diante do comportamento agressivo dos condutores, o que põe em xeque a aplicação da lei, o capitão enfatiza que é preciso dar o primeiro passo.

 

Educação – A campanha sobre trânsito também será levada às escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino). “A secretaria de Educação será parceira. O respeito à faixa de pedestre é uma mudança de paradigma”, afirma a secretária Maria Cecília Amendola da Motta.

De acordo com o técnico da secretaria, professor José Luís D’Ávila, 98 escolas vão receber o projeto com orientações para crianças.

Os locais da Campanha "Pedestre, eu cuido!" são: Dom Aquino, em frente ao Belmar Fidalgo e rua Barão do Rio Branco (do outro lado do Belmar); rua 15 de Novembro, em frente ao Mercadão; rua 7 de setembro com Travessa José Bacha, em frente ao Mercadão; rua Anhanduí; rua Brasil, em frente a Pestalozzi.

Além da avenida Gury Marques, em frente a Anhanguera; rua Cândido Mariano, em frente ao Maria Constança e em três pontos da avenida Eduardo Elias Zahran.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%