Menu
sbado, 17 de agosto de 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
Bonito

12 produtores vão arcar com reparação de áreas para resolver turbidez de rio de Jardim e Bonito (MS)

23 Mai 2019 - 19h34Por Campo Grande News

Acordo de conciliação assinado esta tarde, em Campo Grande, determina que 12 produtores rurais da região de Bonito e Jardim vão arcar com os custos de levantamento de danos e com projeto de reparação em áreas assoreadas que provocam a turbidez no Rio da Prata, um dos principais atrativos turísticos do Estado.

O sinal de alerta acendeu em 2018, mas foi no fim de março deste ano que as chuvas se intensificaram, provocando o fechamento de passeios.

Entre as causas citadas para aumento do turvamento dos rios estão a conversão da pecuária para agricultura, condições das estradas e a construção de drenos nas propriedades rurais, canais usados para secar regiões alagadas, transformando esses brejões em áreas de plantio.

Acordo - os produtores listados no acordo são réus em 12 ações civis públicas de dano ambiental que foram juntadas em busca de saída conciliatória. Ainda não foi informado se há cronograma para se fazer o levantamento e a execução do plano de reparação.

A audiência processual realizada pelo desembargador Alexandre Bastos, da 4ª Câmara Cível, esta tarde, em Campo Grande. A conciliação foi a alternativa para tentar resolver o problema que, a cada ano, prejudica cada vez mais as atividades turísticas da região.

Participaram da reunião o promotor de Bonito, Alexandre Estuqui, os produtores rurais que constam como réus nos processos, além de representante do Imasul (Instituto do Meio Ambiente de MS), Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), representantes da Assembleia Legislativa e da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS).

Na abertura da audiência, o desembargador Alexandre Bastos disse que o encontro tinha caráter conciliatório e reparatório, mas não punitivo. Segundo ele, o objetivo era sair com “um modelo de solução”.

O superintendente de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta, avaliou que o turvamento dos rios também tem outras fontes, como estradas não asfaltadas que facilitam o carreamento de sedimentos.

A advogada Marla Diniz Brandão Dias, conselheira do Condema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), disse que o acordo é um grande passo para Bonito. “Esse modelo com certeza vai se espalhar entre outros casos semelhantes”.

Foto do Rio da Prata com lama, em 2018 e, mesmo local, dias antes da chuvas (Foto/Reprodução): Instituto Amigos do Rio da PrataFoto do Rio da Prata com lama, em 2018 e, mesmo local, dias antes da chuvas (Foto/Reprodução): Instituto Amigos do Rio da Prata

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA DA GLOBO
A Dona do Pedaço: Traída e escorraçada pela filha, Maria da Paz reage e acaba com tudo, Confira
SE A MODA PEGA
Dupla rouba farmácia a mão armada e gasta dinheiro em prostíbulo
GUIA LOPES DA LAGUNA - AÇÃO DA PMA
GUIA LOPES: PMA autua R$ 8,9 mil por armazenamento ilegal de madeira e possuir couro de onça pintada
Festival
Bonito tem representante em Festival de Gastronomia na Capital
PANTANAL DE LUTO
Aos 101 anos e Dono da Fazenda Taboco, Renato Alves Ribeiro se despede do Pantanal
BONITO - MS - JOGOS ESCOLARES
Esporte entrega materiais esportivos para realização dos Jogos Escolares do Águas do Miranda
ESTUDANTE DE BONITO
BONITO: Trabalho de estudantes contra violência doméstica e feminicídio ganha a tela na TVE Cultura
VAI TIRAR CNH??
Fim do simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir de setembro
NOVELA DA GLOBO
Camilo descobre segredo de Chiclete e Vivi em 'A dona do pedaço'
BONITO - MS - JOGOS ESCOLARES
Em Bonito (MS), Jogos Escolares começam no dia 19 de agosto, confira como vai ser