Menu
tera, 16 de julho de 2019
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Entretenimento

História da onça mais famosa de Mato Grosso do Sul vira curta-metragem

12 Set 2018 - 12h57Por COM INFORMAÇÕES DO CG NEWS
A onça pintada fugiu duas vezes do centro de reabilitação de animais silvestres em 2010 (Foto: Marcelo Oliveira)A onça pintada fugiu duas vezes do centro de reabilitação de animais silvestres em 2010 (Foto: Marcelo Oliveira)
 

Famosa por escapar do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, e mais de uma vez, a história da onça pintada apelidada de Fujona, que conquistou a liberdade na base da teimosia, agora é filme. A ideia é fazer com que o público veja sob a perspectiva do animal como ocorreu tudo, desde a captura do animal em Água Clara.

 

A perspectiva dos humanos também surge, mas nas imagens de reportagens produzidas na época, relembrando um pouco da trajetória da Fujona, desde a primeira fuga em 2010, até o momento da volta à natureza, em agosto de 2011.

 

As gravações foram feitas em Campo Grande, na saída para Água Clara, no CRAS, onde a onça passou a maior parte do tempo. Também foram usadas imagens da bacia do Rio Paraná na região de Três Lagoas, feitas na época da soltura do animal.

Imagens dos bastidores do curta Fujona (Foto: Divulgação)Imagens dos bastidores do curta Fujona (Foto: Divulgação)

As escapulidas da onça de 1 ano e 4 meses renderam muito medo aqui em Campo Grande. Como o CRAS fica no Parque dos Poderes, a possibilidade de topar com o bicho durante uma caminhada no fim da tarde era grande. 

A primeira fuga, em outubro de 2010, assustou bastante. Por quase 2 meses ninguém sabia do paradeiro dela. Foi realizada uma operação de busca com policiais militares ambientais, técnicos do Cras e mateiros, homens acostumados a lidar com esse tipo de animais nas fazendas. Em dezembro do mesmo ano a onça voltou para o CRAS e, 2 dias depois, quando todo mundo achava que estava seguro, Fujona desapareceu de novo. 

Depois do medo, a população acabou comovida com a luta pela liberdade e os pedidos para devolução à natureza aumentaram. Inicialmente, a intenção do CRAS era enviar o filhote para um zoológico em Foz do Iguaçu no Paraná, mas Fujona conseguiu o que queria e voltou para casa.

O filme fala da tão desejada liberdade e trabalha o animal como um simbolo de poder, mas a intenção mesmo é levar reflexão sobre a relação do homem com a natureza e os animais, com uma mensagem de resistência.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - SOLIDARIEDADE
Prefeitura aluga imóvel para família atingida por incêndio em Bonito (MS)
BONITO - MS - FESTIVAL
Veja a programação do festival para Águas do Miranda e Guaicurús em Bonito (MS)
BONITO E MAIS 59 CIDADES DO MS
Bonito e mais 59 cidades do MS em alerta pelo Inmet para queda de temperatura
BONITO - MS - FOTOS FEIJOADA
Confira as FOTOS da Feijoada Tucana em Prol do Hospital Darci Bigaton de Bonito (MS)
RELIGIÃO
Padre Marcelo Rossi cai do altar após ser empurrado em missa
OPORTUNIDADE
Prefeitura abre processo seletivo para profissionais atuarem em escolas de Anhandui
BONITO E REGIÃO - AUDIÊNCIA
Bonito e região: Ações sobre turvamento de rios foi discutido em Audiência na Assembleia Legislativa
BONITO - MS - PODA DE ÁRVORES
Secretário de Meio Ambiente explica sobre podas de árvores feita em Bonito (MS)
BONITO - MS - MAIS 32 EMPOSSADOS
Em Bonito (MS), Prefeito dá posse a mais 32 candidatos aprovados no concurso, VEJA FOTOS
BONITO - MS - HOMENAGENS NA CÂMARA
Vereadora destaca importantes ações realizadas pelo instituto IASB durante homenagem em Bonito (MS)