Menu
KAGIVA
quarta, 19 de setembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Entretenimento

História da onça mais famosa de Mato Grosso do Sul vira curta-metragem

12 Set 2018 - 12h57Por COM INFORMAÇÕES DO CG NEWS
A onça pintada fugiu duas vezes do centro de reabilitação de animais silvestres em 2010 (Foto: Marcelo Oliveira)A onça pintada fugiu duas vezes do centro de reabilitação de animais silvestres em 2010 (Foto: Marcelo Oliveira)
 

Famosa por escapar do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, e mais de uma vez, a história da onça pintada apelidada de Fujona, que conquistou a liberdade na base da teimosia, agora é filme. A ideia é fazer com que o público veja sob a perspectiva do animal como ocorreu tudo, desde a captura do animal em Água Clara.

 

A perspectiva dos humanos também surge, mas nas imagens de reportagens produzidas na época, relembrando um pouco da trajetória da Fujona, desde a primeira fuga em 2010, até o momento da volta à natureza, em agosto de 2011.

 

As gravações foram feitas em Campo Grande, na saída para Água Clara, no CRAS, onde a onça passou a maior parte do tempo. Também foram usadas imagens da bacia do Rio Paraná na região de Três Lagoas, feitas na época da soltura do animal.

Imagens dos bastidores do curta Fujona (Foto: Divulgação)Imagens dos bastidores do curta Fujona (Foto: Divulgação)

As escapulidas da onça de 1 ano e 4 meses renderam muito medo aqui em Campo Grande. Como o CRAS fica no Parque dos Poderes, a possibilidade de topar com o bicho durante uma caminhada no fim da tarde era grande. 

A primeira fuga, em outubro de 2010, assustou bastante. Por quase 2 meses ninguém sabia do paradeiro dela. Foi realizada uma operação de busca com policiais militares ambientais, técnicos do Cras e mateiros, homens acostumados a lidar com esse tipo de animais nas fazendas. Em dezembro do mesmo ano a onça voltou para o CRAS e, 2 dias depois, quando todo mundo achava que estava seguro, Fujona desapareceu de novo. 

Depois do medo, a população acabou comovida com a luta pela liberdade e os pedidos para devolução à natureza aumentaram. Inicialmente, a intenção do CRAS era enviar o filhote para um zoológico em Foz do Iguaçu no Paraná, mas Fujona conseguiu o que queria e voltou para casa.

O filme fala da tão desejada liberdade e trabalha o animal como um simbolo de poder, mas a intenção mesmo é levar reflexão sobre a relação do homem com a natureza e os animais, com uma mensagem de resistência.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISAS DA NATUREZA
Indiano flagra serpente vomitando cobra do seu tamanho em imagem surpreendente
BONITO - MS - VISITA NO GABINETE
Prefeito recebe atletas que participaram dos JEMS e JOJUMS em Bonito (MS)
BONITO - MS - PARA LOCAÇÃO TAMBÉM
BONITO (MS): Chegou a mais nova sensação do momento à Virtual Play carrinho simulador montanha russa
BONITO - MS - MODERNIDADE NO TRÂNSITO
Semáforos começam ser instalados em Bonito (MS)
ENTRETENIMENTO
Dupla de MS projeta jogo inspirado em desenhos dos anos 1980
LITERATURA
Em homenagem à divisão, grupo discute obra de escritora e psicanalista de MS
BONITO - MS - CONFIRA A LISTA
BONITO (MS): Secretaria de Assistência Social convoca beneficiários do BPC, CONFIRA A LISTA
BONITO - MS - OBRA INACABADA
OBRA INACABADA: Concluída após 15 anos, Estrada do Curê é liberada ao tráfego em Bonito (MS)
ENTRETENIMENTO
Neymar vira super-herói tatuado em revista em quadrinhos
TECNOLOGIA
Instagram libera atalho com os emojis que usuário mais usa nos comentários