Menu
domingo, 25 de agosto de 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Relator quer mudanças na regra de aposentadoria para professoras

Relator quer mudanças na regra de aposentadoria para professoras

1 Jul 2019 - 18h41Por Agência Brasil

O relator da proposta de reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), deverá fazer ajustes pequenos no voto complementar ao parecer já apresentado na Comissão Especial.

Fontes a par das negociações informaram que não haverá mudança drástica no parecer, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. O relator fará ajuste na regra de aposentadoria de professoras, mas as fontes garantem que a mudança não terá grande impacto fiscal. A equipe econômica era contra essa alteração.

Leia também: Reforma deve gerar economia de cerca de R$ 915 bi em 10 anos


 Além da idade mínima de aposentadoria para as professoras, que reduziu de 60 anos para 57 anos, o tempo de contribuição será de 25 anos para elas. Para os docentes homens, a contribuição será de 30 anos. 

O relator vai manter a taxação de 20% da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos e poupar a B3. A inclusão da bolsa no parecer foi considerada um erro que será agora corrigido. Já a alíquota da CSLL para as cooperativas deverá cair de 20% para 17% no voto complementar.

No novo texto, o relator vai manter o fim dos repasses obrigatórios do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) ao BNDES, mas vai dar um prazo de 10 anos para que a mudança seja feita de forma gradual.

Samuel Moreira insiste na necessidade do que vem chamando de "desmamar" o BNDES dos recursos do FAT.

A reportagem apurou também que o relator não deve retirar do parecer o fim da isenção das exportações. A medida consta da proposta original, mas há uma forte pressão da bancada ruralista para a manutenção das isenções, que tem custo de R$ 8 bilhões por ano.

Apesar da reunião na terça-feira (2) com governadores em Brasília, a inclusão dos Estados e municípios no texto da reforma é considerada "quase um milagre" por fontes ouvidas pela reportagem. Os governadores querem a inclusão automática e não concordam que haja a necessidade de aprovação de um projeto de lei pelas suas assembleias.

O relator vai apresentar o voto complementar em sessão da Comissão Especial nesta terça. Mas não está garantido que a votação comece no mesmo dia. Algumas lideranças dos partidos do chamado 'Centrão' continuam querendo empurrar a votação para depois do recesso parlamentar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - FOTOS
Confira as FOTOS do Encontro de Mulheres para debater a violência contra mulher em Bonito (MS)
FATALIDADE
Em MS, Filho de vereador morre e órgãos são encaminhados para transplante
CASO DE POLÍCIA NO MS
Adolescente mata idoso de 60 anos e deixa faca cravada no tórax: 'Tentou roubar meu celular', disse
CIDADE DO MS EM ALERTA
Onda de suicídios deixa cidade de MS em alerta, Jovem é encontrado morto
BONITO - MS - LOTES NO ÁGUAS DO MIRANDA
Em Bonito (MS), Prefeitura auxilia regularização de lotes em Águas do Miranda
BONITO - MS - VISTORIA
DEMTRAT inicia vistoria de veículos de transporte turístico em Bonito (MS)
Bonito
A 100km de Bonito, motociclista flagra onça em rodovia
Cidades
Em 8 meses, polícia captura 5ª iguana em residências de cidade do MS
Será que chove?
Depois de mais de um mês sem chuva ela pode aparecer nesta tarde em Bonito (MS)
OPORTUNIDADE
Processo seletivo do Senar tem 10 vagas e salário de R$ 6,5 mil