Menu
tera, 17 de setembro de 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATO AO GOVERNO DO MS

MPF manda Polícia Federal investigar Odilon de Oliveira, denunciado por crimes na 3ª Vara Federal

MPF manda Polícia Federal investigar Odilon de Oliveira, denunciado por crimes na 3ª Vara Federal

17 Set 2018 - 19h15Por TOP MÍDIA NEWS

A Polícia Federal vai investigar denúncias feitas por Jedeão Oliveira, ex-assessor do juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), sobre possível venda de sentenças e manipulação de bens apreendidos quando este era titular da 3ª Vara Federal em Campo Grande. A determinação partiu do Ministério Público Federal no Estado.

A informação foi confirmada pela assessoria do MPF. A decisão do procurador da República, Marcos Nassar é do dia 5 de setembro.

Jedeão atuou por 22 anos na Justiça Federal com Odilon. Há cerca de um mês, ele denunciou o ex-chefe e o acusa de vender sentenças judiciais e manipular dados sobre bens apreendidos naquela vara.

O ex-funcionário foi acusado de desviar R$ 11 milhões do cartório da justiça federal. Ele foi exonerado a pedido de Odilon e está próximo de ser julgado. Por isso, foi ao MPF entregar as denúncias e tentar fechar acordo de colaboração premiada.

No entanto, naquele momento, o MPF disse não haver provas para fechar delação premiada com Jedeão, mas prometeu analisar as informações repassadas por ele. A Procuradoria então enviou as denúncias para a Polícia Federal, que no dia 31 de agosto, divulgou que não investigaria o pedetista.

Agora, nesta segunda-feira (17), o procurador informou que diante da gravidade das denúncias e  a repercussão nacional que tiveram, ensejam abertura de investigação. Além disso, outro fator decisivo para a medida, foi o pedido que Odilon de Oliveira fez à PF para investigá-lo e assim não pairar qualquer dúvida sobre ele.

O procurador Nassar destaca que, caso haja falsidade nas informações dadas por Jedeão, ele poderá ser punido por denunciação caluniosa.

Denúncias

Conforme documento registrado em cartório de Bauru (SP), Jedeão o acusa de inventar bens apreendidos e manipular autorização para fazer escutas ilegais na vara.

Jedeão disse que algumas ameaças ao juiz aposentado eram super dimensionadas, a fim de chamar a atenção da mídia e criar a figura de um super-herói. No entanto, garante que outras intimidações eram reais.

Outra grave acusação, conforme denúncia registrada por Jedeão, é de que Odilon vendia sentenças judiciais. No primeiro caso que registrou, ocorreu em uma operação para combater crimes contra o sistema financeiro. Várias casas de câmbio tiveram documentação e dinheiro apreendidos.

No entanto, uma delas era de um amigo do filho de Odilon, que pediu e teria conseguido restituir os valores ao amigo.

Odilon de Oliveira, em nota, rebateu todas as acusações e garante que Jedeão o acusa por ter sido exonerado da Justiça Federal, acusado de corrupção, e por questões eleitorais, já que é candidato ao governo do estado pelo PDT.

Ainda de acordo com nota, divulgada no site do PDT-MS, ''a palavra do juiz Odilon não será medida na mesma balança em que se medem as palavras de pessoas que têm contas a prestar à sociedade e são devedoras da lei''.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA
Saúde realiza vacinação antirrábica no próximo sábado, Confira os locais em Bonito (MS)
PRÊMIO
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 120 milhões amanhã
TELEVISÃO
'Avenida Brasil' vai ser exibida no 'Vale a Pena Ver de Novo'
DIA NUBLADO
Terça-feira nublada ameniza o calor dos últimos dias, em Bonito (MS)
BODOQUENA - FOGO
Incêndio destrói 200 hectares e aceiro construído as pressas impede fogo de chegar em Bodoquena
BONITO - MS - EM OBRAS
Em obras, ESF Bom Viver permanecerá fechado até sexta-feira (20) em Bonito (MS)
MIRANDA E MAIS 4 CIDADES DO MS
Miranda e mais 4 cidades, Agehab notifica beneficiários inadimplêntes, 10 dias para regularização
BONITO - MS - REFIC
Confira as condições especiais para pagar IPTU e ISS em atraso em Bonito (MS)
REGRAS
Novas regras para tirar a CNH entram em vigor nesta segunda-feira
MULTA SALGADA
PMA autua em R$ 750 mil traficante de papagaios preso pela Polícia Militar