Menu
BONITO CÂMARA NOVEMBRO 2019
sexta, 22 de novembro de 2019
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
AÇÕES DO GOVERNO DO MS

Governo e CREA-MS assinam termo para beneficiar agricultura familiar de MS

Governo e CREA-MS assinam termo para beneficiar agricultura familiar de MS

2 Out 2019 - 15h06Por Marcelo Armôa - Semagro

Governo do Estado e o CREA-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Mato Grosso do Sul) firmaram na manhã desta terça-feira (1º.10) um termo de cooperação técnica que irá beneficiar agricultores familiares de todo o Estado que utilizam os serviços técnicos da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

De acordo com o Termo de Cooperação Técnica assinado na Semagro durante reunião ordinária do CEDRS/MS (Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável), o custo da ART – Anotação de Responsabilidade Técnica paga pelos agricultores familiares passa, a partir de agora, de R$ 85,96 para R$ 26,00 (ART Social). O termo foi assinado pelo diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, pelo presidente do CREA-MS, engenheiro agrônomo Dirson Artur Freitag e o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

“Todo produtor rural, quando necessita de um crédito, tem de apresentar à instituição financeira um projeto com a devida ART assinada por um profissional registrado no CREA. No caso do agricultor familiar, quem assina ART de 70% desses projetos é a Agraer. São projetos feitos pelos técnicos da Agência, necessários para que o agricultor possa tomar crédito, como o Pronaf, para a aquisição de máquinas, custeio, é um trabalho essencial, já desenvolvido há muitos anos pela Agência”, comenta o secretário Jaime Verruck.

A ART é o documento legal que comprova que a propriedade rural, no caso, tem o devido acompanhamento técnico do profissional indicado – no caso, o engenheiro agrônomo. “A cada projeto apresentado pelo produtor era necessário o pagamento de uma ART, com um custo de R$ 85,96. O termo institui agora a ART Social, ao custo de R$ 26,00”, lembra o titular da Semagro.

“O produtor rural poderá ficar tranquilo, pois ele está assistido por um técnico com ART assinada perante o CREA. Isso dá garantia, segurança jurídica. É a linha que o governador Reinaldo Azambuja tem estabelecido, de valorizar e priorizar o agricultor familiar, com regularização, assistência técnica, com mais equipamentos, lembrando que fizemos maior entrega de máquinas da história do Estado. Além disso, estamos trabalhando para melhorar as estradas e acessos e temos as centrais de comercialização da agricultura familiar”, lembra Jaime Verruck.

De acordo com o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, “a ART Social é uma obrigação que pode melhorar a relação contratual entre produtor e Agência. Ela vai proporcionar mais segurança nos serviços que prestamos a agricultores familiares e assentados”.

O presidente do CREA-MS, Dirson Freitag lembrou que “anteriormente, a cobrança da ART era baseada em um entendimento de que a atividade se enquadrava na categoria de ‘múltiplo mensal’, mas o Conselho Federal mudou esse entendimento. Por isso estamos adotando a ART Social”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALÔ BONITO - MS -
'Arrastão' para recolher lixo continua nesta sexta-feira no Bom Viver I e II em Bonito (MS)
HOMENAGENS NA CÂMARA
Lúcia Miranda homenageia Atleta bonitense campeão mundial de Jiu Jitsu em Londres, na Inglaterra
POR POUCO
Homem se esconde em tambor de lixo para não ser morto
NÃO RESISTIU
Motociclista de 26 anos morre após colisão com caminhão
CASO DE POLÍCIA
Homem embriagado discute com esposa e é esfaqueado pelo enteado em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Estado de MS prepara licitação para novo modelo de radares nos municípios
FERIADO
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas:
BONITO - MS - ESPÍRITO NATALINO
Em Bonito, Pilad Rebuá começa a receber a instalação da iluminação de Natal
Sorteio
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 31 milhões
CALOR
Quinta-feira promete ser quente e sem chuva em Bonito