AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 11 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
KAGIVA
11 de Agosto de 2017 08h04

Expedição para analisar viabilidade de rota para Pacífico sai de MS no dia 25

DA REDAÇÃO

A abertura de uma rota comercial entre Mato Grosso do Sul e o Chile é uma ideia antiga, planejada há mais de 14 anos, mas que nunca saiu do papel. No dia 25 de agosto, empresários e autoridades brasileiras partem em uma nova expedição rumo ao oceano Pacífico. Esse caminho poderá ser um novo canal de exportação de produtos brasileiros.

São quase 5 mil quilômetros de ida e volta. Um moderno sistema de navegação e comunicação vai facilitar a vida das equipes.

Cerca de 30 grupos formados por técnicos, empresários e autoridades vão participar da expedição. Eles partem de Campo Grande em direção a Porto Murtinho (MS) e seguem para o oceano Pacífico passando por cidades do Paraguai, Argentina e do Chile até chegar aos portos que ficam no norte do país.

Nos últimos três anos, sete expedições coletivas e individuais já foram feitas para escolher uma rota alternativa para a exportação de produtos brasileiros. Governo e setor produtivo afirmam que estão empenhados para tirar o projeto do papel. Mas para isso, é preciso vencer desafios como, por exemplo, reduzir os entraves alfandegários, melhorar as condições das estradas e construir uma ponte binacional sobre o rio Paraguai.

Atualmente, os produtos brasileiros exportados para o mercado asiático, como a China, fazem um percurso de navio pelo oceano Atlântico de aproximadamente 19 mil quilômetros, uma viagem que dura em média 15 dias. Segundo especialistas em transportes de carga, com uma nova rota comercial pelo Pacífico, essa distância seria reduzida em 8 mil quilômetros, ou seja, seis dias a menos de viagem. Um tempo precioso que significa economia e maior competitividade dos produtos que podem ser exportados.

Conforme defensores do projeto, o novo caminho para a exportação vai trazer impactos positivos para economia de Mato Grosso do Sul, que tem como base o agronegócio. Só as exportações de grãos poderão atingir 135 milhões de toneladas. O potencial turístico da região também poderá ser explorando de forma profissional e lucrativa.

O comboio parte de Campo Grande no dia 25 de agosto e volta no dia 2 de setembro.

Comentários
Veja Também
conde_foto
Últimas Notícias
  
TASS_300
bonito_celular
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.