AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 19 de abril de 2018
KAGIVA
ITALÍNEA DOURADOS
12 de abril de 2018 15h11

Especialistas dão dicas para não errar na hora de abastecer

Especialistas dão dicas para não errar na hora de abastecer

O DIA
FOTO: DIVULGAÇÃOFOTO: DIVULGAÇÃO

Com o preço dos combustíveis cada vez mais altos, escolher entre a gasolina comum e a aditivada pode ser um grande dilema. Essa é uma dúvida bastante comum entre os motoristas e alguns acreditam que a gasolina com aditivos é sempre a melhor escolha. Porém, apesar de ter benefícios adicionais, ela é mais cara e seu uso pode não ser indicado em algumas situações, como em percursos de longa distância. Falando em benefícios, que tal visitar o joguecacaniqueisonline.com.br e começar a ganhar uma grana extra?

Na capital fluminense, o preço entre a gasolina comum e a aditivada pode ter uma variação de até 40%. Portanto, antes de escolher a opção mais adequada, é importante entender os benefícios de cada tipo de combustível e como eles se comportam no carro.

Segundo especialistas ouvidos pelo DIA, a gasolina comum é o combustível puro (chamado de tipo A), misturado a uma proporção de 27,5% de álcool e aditivos que aumentam a resistência à queima (octanagem).

Limpeza do motor

A gasolina aditivada apenas difere da comum pela presença de uma espécie de 'sabão', que é um aditivo com função detergente ou dispersante, capaz de limpar o motor, já que o combustível comum deixa resíduos ao longo do tempo. Estas pequenas partículas acumulam-se no interior do motor, atrapalhando o desempenho e interferindo na vida útil do componente. 

 

Segundo Amanda Franco, gerente do Labcom/UFRJ, a utilização do combustível aditivado mantém o motor mais limpo e eficiente - Divulgação

 

Segundo Pedro Lion, engenheiro de produto da Cobli, startup especializada em gestão de frotas, telemetria e roteirização, uma boa dica é utilizar a gasolina aditivada uma vez a cada quatro abastecimentos totais do tanque. "Essa prática vai manter o motor funcionando bem ao evitar o acúmulo de resíduos no interior dos cilindros", indica o especialista.

Custo-benefício

No trânsito caótico de grandes cidades como o Rio, o 'anda e para' é comum. Nestas situações, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) recomenda o abastecimento constante com gasolina aditivada para manter o motor sadio em condições desgastantes. Além disso, o tipo de combustível apresenta consumo reduzido nessas condições e emite menor quantidade de poluentes.

Em casos de mudança de combustível, os especialistas sugerem que carros abastecidos sempre com gasolina comum devem passar por um processo de adaptação antes de começar a utilizar a gasolina com aditivos. "Ela remove as impurezas e, se elas estiverem acumuladas, podem se soltar e entupir os bicos de injeção. Por isso, o indicado é ir substituindo a gasolina aos poucos, para que a sujeira seja diluída lentamente", explica Amanda Franco, gerente técnica do Laboratório de Combustíveis e Derivados de Petróleo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Labcom/UFRJ). 

Em estradas e situações onde o trânsito é livre e a velocidade alta, a gerente indica o uso da gasolina comum. Isso porque, com a rotatividade do combustível, não haverá tempo para que ela envelheça e acumule sujeira no motor.  

Porém, antes de levar em consideração o valor, os especialistas indicam uma consulta ao manual do veículo, que informa o total de aproveitamento em relação à potência do motor. "Quando respeitamos a orientação do fabricante quanto à octanagem ou a aditivos que devem conter no combustível, a chance de ter problemas com o motor é bem menor", diz Lion.

Comentários
Veja Também
conde_foto
Últimas Notícias
  
TASS_300
SCOORIA TATOOO
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.