Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 22 de junho de 2018
KAGIVA
Busca
TERROR NA FRONTEIRA

Domínio de facção brasileira assusta moradores de Pedro Juan Caballero

9 Mar 2018 - 14h34Por Campo Grande News

Moradores de Pedro Juan Caballero e Capitán Bado, as duas principais cidades paraguaias do Departamento de Amambay na fronteira com Mato Grosso do Sul estão aterrorizados com a expansão e os atos de violência praticados por membros do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo policiais que atuam na Linha Internacional, a facção brasileira tomou conta do tráfico de drogas e de armas naquela região e está eliminando os inimigos. “Todo mundo tem medo porque o pessoal do PCC é capaz de fazer qualquer coisa”, afirmou hoje ao Campo Grande News um morador de Pedro Juan Caballero.

“Após a morte do Rafaat [Jorge Rafaat Toumani, executado em junho de 2016] e a transferência do Jarvis Pavão para o Brasil, o clima de tensão aumentou e as pessoas estão com mais medo ainda”, afirma o cidadão paraguaio.

Nesta semana, entre a terça e a quarta-feira, quatro pessoas foram assassinadas em menos de 24 horas em Ponta Porã, Pedro Juan Caballero e Capitán Bado. Entre as vítimas está o policial civil Wescley Vasconcelos Dias, 37, executado com 30 tiros de fuzil no fim a tarde do dia 6.

Também na terça-feira, seis membros do PCC foram presos em Pedro Juan Caballero, reforçando a tese do governo paraguaio que a facção se fortaleceu nos últimos meses para tomar conta do crime organizado na fronteira.

A Polícia Nacional do Paraguai suspeita que a facção criminosa tenha matado o agente da Polícia Civil. Entretanto, policias brasileiros envolvidos nas investigações afirmam que essa apenas uma das linhas de investigação.

Para a polícia brasileira, o assassinato está ligado ao trabalho do investigador, considerado bastante atuante, principalmente colaborando com outras polícias, inclusive a paraguaia.

No dia que foi morto, segundo policiais paraguaios, ele tinha ido a Pedro Juan para coletar as impressões digitais dos seis membros do PCC, presos horas antes. Logo após voltar ao lado brasileiro da fronteira, foi cercado por pelo menos dois carros e executado a tiros de fuzil calibre 7.62.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DE TRABALHO
Programa inédito da GOL para trainees recruta formados em qualquer curso
UNIPAR - EAD - DOURADOS - CONVÊNIO FECHADO
Unipar EAD fecha convênio com Grupo Abevê garantem até 25% de desconto nas mensalidades em Dourados
JUSTIÇA
OAB anuncia novo recurso contra cobrança de bagagem em aviões
GERAL
Nova portaria regulamenta expediente de servidores em jogos do Brasil
OPORTUNIDADES
Seleção de estagiários do MP/MS aplica prova domingo em 37 cidades
JIPEIROS
Bonito na Trilha agitou os aventureiros, com muita poeira, lama e frio
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Segundo estudo, MS aumentou em 18% a concessão de medidas protetivas
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre inscrições de processo seletivo para nível médio
BONITO - MS
SENAR vai realizar curso de Produção de Alimentos Saudáveis em Bonito
EM MS
Eleitores já podem se cadastrar para atuar como mesários