Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
GERAL

Aumento de área plantada coloca MS entre os maiores produtores de grãos do país

15 Abr 2019 - 12h56Por DA REDAÇÃO

Mato Grosso do Sul apresentou o maior aumento do país em área plantada com soja na safra 2018/2019. A cultura se expandiu para mais 280 mil hectares no Estado (+10,30%), elevando a área total para quase 3 milhões de hectares, o que contribuiu para manter o Estado entre os cinco maiores produtores de soja do Brasil (atrás apenas de Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná e muito próximo a Goiás).

Os dados são do Programa SIGA-MS, o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio implantado pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) em parceria com entidades de produtores rurais.

O secretário Jaime Verruck, da Semagro, observa que se não fossem problemas climáticos, o Estado teria mais uma supersafra: “Tivemos estiagem no fim do ano passado, principalmente em municípios grandes produtores do Sul do Estado, o que prejudicou a produtividade da soja. Porque a previsão era de colher 10 milhões de toneladas, contando com o aumento da área”, disse.  A produtividade da soja em Mato Grosso do Sul na safra 2017/2018 foi de 59,17 sacas por hectares.

Os técnicos trabalhavam com essa projeção para a safra passada, o que aliada ao aumento da área representaria um volume de 9,54 milhões de toneladas. Os dados finais mostram, entretanto, que a lavoura rendeu 48,11 sacas por hectares, em média, quebra justificada pela estiagem na fase em que a planta estava em desenvolvimento. Com isso o volume colhido ficou em 8,8 milhões de toneladas. Apesar disso, o rendimento deste ano ficou acima da média dos últimos cinco anos, que foi de 46,7 sacas por hectares.

Milho

O milho – cujo ciclo segue o da soja – também apresentou aumento de área. Passou de 1,81 milhões na safra 2017/2018 para 1,92 milhões na safra deste ano, que acabou de ser plantada. Uma variação de 5,73% que foi a segunda maior do País, atrás apenas do Mato Grosso e Paraná.

A melhor notícia é que esse aumento de área, aliado à promessa de boas condições climáticas, devem resultar numa elevação de 11,51% na produtividade média, que foi de 70,13 sacas por hectares na safra passada e pode chegar a 78,2 sc/ha na atual.

Desta forma, Mato Grosso do Sul projeta colher 9 milhões de toneladas de milho na safra 2018/2019 e retorna e volta a ser o terceiro maior produtor brasileiro do cereal, ultrapassando Goiás. Na frente de MS estão justamente os Estados que superaram também no aumento de área (MT e PR).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Dias Toffoli chama para conciliação com indígenas e revolta sitiantes
COTIDIANO
Amigos lamentam falecimento de Rubens Catenacci, referência na pecuária brasileira
GERAL
MPT investiga demissão de funcionários da Mabel sem aviso prévio em MS
MEIO AMBIENTE
Desmatamento prossegue em Rio Verde, mas com nova faixa de preservação
EMPREGOS E CONCURSOS
Prefeitura abre seletiva com 34 vagas e salários de até R$ 1,7 mil em MS
CIDADES
Botijão de gás explode em cozinha e homem fica ferido em MS
TEMPO E TEMPERATURA
Confira a previsão do tempo para terça-feira (23) em Mato Grosso do Sul
AGRONEGÓCIO
Conselho Estadual de Agrotóxicos elabora plano para difusão do Manejo Integrado de Pragas em MS
NOVA ELEIÇÕES EM CIDADE DO MS
TRE cassa mandato de prefeita e novas eleições devem ser marcadas em cidade do MS
TRÂNSITO
Detran esclarece sobre a Permissão Internacional para Dirigir